segunda-feira, 13 de março de 2017

O QUE É O ESPIRITO SANTO?


Imagem da Internet


Movida por um forte impulso de buscar por um processo mais dinâmico e atual de transformação espiritual, depois de várias crises e muitas perguntas, topei, finalmente, e novamente (!) no PDF de mais de duas mil páginas (é o link abaixo da imagem), que havia encontrado em outubro de 2016 e cujo conteúdo esmiucei no meu artigo 
O QUE É A ASCENSÃO... A 5D? (postado em outubro 2016)
e no artigo TERRA-A UN PASITO DA LIBERTAÇÃO FINAL (postado há dois dias).

Mas hoje quero aproveitar o material de Aivanhov em relação a um tema que vinha me atraindo a atenção cada vez mais:

- O que é, afinal, o tal do Espírito Santo?

Há outras fontes boas, como nos livros de Jan van Rijckenborgh, mas, quem se interessar pode pesquisar por conta, baixando alguns livros do autor em PDF - como fiz no post anterior e localizar neles o termo Espírito Santo.
Porém, não resisti e dei uma busca e achei um livro que não conheço, mas que pelo título creio vai decifrar mais algumas facetas do Espírito Santo.

OS SETE RAIOS DO ESPÍRITO
http://www.pentagrama.org.br/produto/os-sete-raios-do-espirito-e-transformacao-da-vida-humana/



Percebo hoje, claramente, março de 2017, que:


--> A POMBA, é, com justa razão, o símbolo cristão da Energia do Espírito Santo, chamada de Shekinah na Cabala e Shakti na linguagem védica (indiana), conforme Aivanhov – ou a Energia de Aquarius – visto que ela é feminina por excelência, é a Energia da Mãe Divina, além disso ela "vem do alto, do ar" por assim dizer, e que foi ancorada no Planeta, de maneira coletiva, pela primeira vez, por Jesus, o Cristo - diria eu - no Pentecostes. E teria dito que depois de sua ida ele deixaria esta Força para ser acessada por todos, sendo que cada um lhe dá um nome, tais como Consolador (talvez por ser um consolo ter algo no “lugar” da presença física de Jesus, o Cristo), mas o nome mais próximo e correto é o de Parácletos, do grego, que significa Curador no seu sentido mais amplo e profundo: curar o ser humano do seu ego e de tudo que este deixou como herança negativa, bloqueando o acesso a Luz, ao Pai, e assim a Salvação da Alma ou a Imortalização da Alma usando a linguagem cristã, ou a Transfiguração ou a Libertação usando outros termos;

   --> Entendi porque realmente “os últimos são os primeiros” – no longo e esclarecedor texto da pág. 393 do documento em PDF ele explica isso e muito mais – explica quase tudo sobre os diferentes processos e técnicas usadas e válidas até meados da década de 80, como meio de purificação para se preparar para receber a Luz Divina, ou para atingir a famosa iluminação.

    --> Entendi do porque por volta de 2005 eu dizia: hoje a energia está tão presente no ar, que basta erguer o dedo e pronto... feita está a conexão, não é preciso mais grandes rituais e coisas do gênero – curiosamente depois eu iria assistir a uma entrevista com Jorge Oro da Eubiose, na TV VIDA INTELIGENTE onde ele dizia que a partir de setembro de 2005 havia terminada a era dos mistérios – agora tudo tinha que ser levado a público – a conhecimento de todos. (Achei um link que talvez tenha a ver com o tema)! 
       https://www.youtube.com/watch?v=oYRbWj9CO_I

    Sim, minha intuição havia captado o momento global e cósmico mas minha mente levou mais de 10 anos para processar isso de forma coerente e graças a Aivanhov. Digo, a pergunta que ficou no ar desde então era: ok, mas como acessar tal energia? Usei a técnica de Ramana que funcionou por um período de forma intensa e maravilhosa – depois “fui obrigada” a me aprofundar no material de Saint Germain – a que resistia bravamente, mas um dia algo simplesmente me forçou e acabei fazendo uma pesquisa ampla do conteúdo canalizado pelo seu canal original, que até teria conhecido pessoalmente o famoso e enigmático Saint Germain. 
    O material não parecia conter nada de errado – mais tarde topei num sebo em Curitiba, com o livro O ESPIRAL CRÍSTICO de Priscila Pinto, canalizando El Morya – este livro me tocou fundo, não pelo conteúdo, que mal lembro (só uma passagem!), mas pela vibração! Além disso, vinham ocorrendo diversas intuições sobre El Morya, mas não com este nome – só muito mais tarde eu descobriria a inter-relação. Neste ínterim me rendi aos livros de Eckhart Tolle, ao qual resisti de ler por mais de 10 anos e nem sei por quê. Pratiquei sua técnica mais elementar, de voltar-se várias vezes ao dia ao Centro, a Presença e isso foi algo poderoso. Mas um dia parei e perdi o pique e nunca mais recuperei e sempre me perguntei por quê?

i   --> Finalmente, depois de muito perguntar isso e outros, topei com o material de Aivanhov – mas foi preciso outra série de crises e perguntas para voltar ao material de Aivanhov, que devido a final de ano, viagens, visitas havia caído em total esquecimento – veja como é nosso ego e nosso mundo doido. Para constatar que lá, na pág. 393 estava tudo explicado e eu tinha me dado ao trabalho de titular e sublinhar partes chaves em meu artigo O QUE É A ASCENSÃO... A 5D?, postado em outubro de 2016. 

    --> HOJE, mais forte do que nunca, precisamos nos ABRIR A ENERGIA DO ESPIRITO SANTO – seja lá qual nome cada um prefira dar a ela – o importante é ter entendido o que é essa energia – e se tivesse que resumir aqui e agora, baseado no material de Aivanhov, é a Energia que está adentrando ao Planeta do Grande Sol Central, desde agosto de 1984 e atualmente atingindo um nível cada vez mais potente e emergente, pois ela purifica e cura através desta purificação, não só nosso corpo, mas o corpo do planeta e isso significa expurgos cada vez maiores – mas quanto mais pessoas estiverem conscientes, menores serão os danos, pois haverá menos resistência, visto que a dor e os danos sempre correspondem a nossa resistência à transformação e isso se reflete no Planeta em forma de catástrofes maiores ou menores.

    -->  Jakob Lorber, de quem tenho um livro que me trouxe da Suíça, que escreveu vários livros canalizados ou por inspiração direta de sua Presença ou Self, já no sec. XVIII chegou a mencionar o poder de se conectar ao Grande Centro, ao Grande e potente Sol Central Cósmico!!! Que ele chama de Urka! Imagine que atrevimento para a época – ele também menciona que os astrônomos não poderiam localizar este Sol, pois perto dele, nosso seria como uma poeira cósmica – agora imagine, que esta energia vinda do Grande Centro, do Coração do Coração Cósmico – direto da Fonte Central, passa por todos os sóis, seja da nossa Galáxia, no caso de Alcione, depois por Sirius e depois para nosso Sol e de lá para nosso sol interior, nosso coração, mas... adentrando pela Cabeça, pela nossa Coroa!

Por outro lado, ninguém precisa saber disso em detalhes, ou com estes nomes, para estar sendo preparado e curado por esta energia divina, feminina, compassiva, curativa e altamente transformadora. Como explica Aivanhov, cada um fará seu processo, com nomes e técnica diferentes, embora nem todas as técnicas vão permitir o uso desta energia, mas antes bloqueá-la, por isso, principalmente os que usam técnicas específicas, pesquise o documento em PDF e veja se consegue encontrar subsídios para concluir se sua técnica usa indiretamente a energia da Mãe Divina, a Energia Feminina Divina, ou se ela bloqueia a energia. Mas para isso não precisa achar o nome de sua técnica, que talvez por ser tão atual, nem seja mencionada, mas pode concluir por outras dicas, outras técnicas usadas até 2012, época que parou de transmitir... ou quase... 
Ao buscar pelo link do PDF na net, vi que o site original (LEITURAS DA LUZ) encerrou suas atividades com a morte de Célia G. que vinha fazendo as traduções – e que outro site, ULTIMAS LEITURAS DA LUZ tomou o lugar e lá consta que Aivanhov deu uma pausa nas transmissões como Aivanhov, para se desapegarem dele, etc. – mas, revelou em 2016, que estava transmitindo sobre o nome de Impessoal. Este material ainda não chequei, talvez o cheque antes de concluir este artigo, eu disse este artigo – não o tema, que cada um poderá pesquisar por si, agora que já possui os dados essenciais para sua busca.
E é isso que irrita muita gente, ou seja, que vivemos numa época em que não apenas a tecnologia muda de ano a ano, se aperfeiçoa, se agiliza, mas isso vale, igualmente para a tecnologia espiritual! Ora, como em cima, embaixo, como no pequeno no grande, como na matéria no espírito. Tudo está interligado, visto que a tecnologia material reflete, fraca e de forma grotesca, a tecnologia ou energia espiritual do momento.

DEFINIÇÃO DO TERMO ESPIRITO SANTO VIA DOC EM PDF
E agora vamos as páginas sobre O ESPIRITO SANTO que eu retirei do longo documento em PDF, via Ferramenta Localizar, que já expliquei várias vezes, apenas é ativa, se você baixar o documento no seu PC, Netbook, iPad, etc. Busque na Opção EDITAR, lá dentro tem várias Ferramentas, uma delas é a Localizar – clique em cima e insira o nome do termo que deseja pesquisar e vá seguindo com a Seta para ler todos e ver qual lhe toca mais.

Pág. 18
Quando de algumas experiências transcendentes, aí está o Espírito.
Ora, a totalidade da mestria é alinhar seu corpo com a alma, de maneira a que o Espírito Santo, o seu, a realidade da Divindade que vocês são, possa manifestar-se, totalmente.
Quando há Espírito, quando há alinhamento corpo/alma/Espírito, há a alegria autêntica.
Há a mestria.
O Espírito não é algo que eu possa definir-lhe através de palavras.
Saiba, simplesmente, que aquele que foi banido desde o racionalismo e o que provocou o estado de depravação no qual está essa humanidade, pela negação do Espírito, pela negação da realidade do Espírito Santo.
Hoje, o Espírito vem para vocês.
É preciso acolher o Espírito e a Luz dourada, a Luz azul.
É a totalidade da Trindade, ou seja, Cristo/Maria/Miguel, que deve reativar-se em vocês, enquanto vocês permanecerem e funcionarem numa totalidade de natureza dual, tanto ao nível de concepções como ao nível de leis da humanidade.
O Espírito é aquele que faz viver.
É aquele que vocês rejeitaram, que a religião rejeitou, que o nacionalismo rejeitou, que os cientistas rejeitaram, que a medicina rejeitou.
A Trindade é o fundamento da vida.
Sem Trindade não há vida.
Na dualidade, na oposição da alma e do Espírito manifestam-se as forças da sombra que têm belo jogo de arrastá-los a caminhos nos quais vocês não compreendem mais o que é o Espírito.
Como o dizia o maior neófito encarnado, o Cristo, «Em verdade, eu lhes digo, a verdade é o Espírito».
Vocês são chamados a falar em verdade, a exprimir-se em verdade, a trabalhar em verdade.
Aí está o que lhes é solicitado.
Não vão procurar concepções extremamente sofisticadas.
Hoje, a mestria tornou-se possível porque a energia está aí, porque a consciência está aí.
Aceitem-na, integrem-na.
Nada mais.
Todo o resto virá.
Como o disse o Cristo: «Busquem o reino dos Céus e o resto ser-lhes-á dado em acréscimo».
O reino dos Céus é o reino do Espírito.
Não há compreensão intelectual, nem mental.
Há aceitação, através disso, de quem vocês são, ou seja, deuses, seres de Divindade pura.
Aí está o que vocês devem aceitar hoje: voltar à Fonte, voltar à sua Fonte.
Aí está, caros amigos, penso que, agora, vamos aportar nosso amor e nossa bênção.
Obrigado a vocês.

Pág. 34
Questão: poderia falar-nos da «subida de Kundalini»?
A subida do Kundalini foi um fenômeno descrito nas tradições orientais.
Entretanto, desde o início do século XX, desde mais de cem anos, as coisas mudaram, profundamente.
Inúmeros sábios orientais, cujos primeiros foram Sri Aurobindo, Mãe e, efetivamente, outros após eles, atraíram a atenção dos yogi sobre o fato de que o despertar do Kundalini, tal como era escrito nos textos, era
algo que não era mais atualidade porque, hoje, o ser humano, a Terra, em sua totalidade, tinha acesso a uma nova dimensão, que se chama o supramental, que vocês chamam, hoje, na new age, a quinta dimensão.
Ora, a particularidade da quinta dimensão é, também, iluminar o supramental.
Hoje, a iluminação do supramental corresponderia à ativação do Espírito Santo em vocês.
Ora, esse Espírito Santo é uma energia que desce em vocês.
Não há necessidade de fazer subir o Kundalini enquanto o Espírito Santo não desceu, enquanto o supramental não penetrou cada célula, em profundidade.
O Kundalini desperta naturalmente, mesmo se se possa favorecê-lo, obviamente, a partir do momento em que o Espírito Santo foi recebido.
Quando o Espírito Santo foi recebido, a ativação do terceiro olho está presente.
Isso se chama a transfiguração.
Isso se chama a iluminação do supramental.
Naquele momento, é preciso dizer «Pai, eu entrego meu Espírito entre suas mãos».
Naquele momento, a energia que estava ao nível do terceiro olho passa ao nível do que vocês chamam o sétimo chacra ou a coroa.
E, naquele momento, a energia do Espírito Santo pode descer ao canal mediano, que os orientais chamam a shushumna.
E, naquele momento, quando a energia feminina desceu até o sacro e até o pé, e até abaixo dos pés (uma vez que a conexão é estabelecida com a Fonte Terra, nas profundezas, no núcleo da Terra, no cristal da Terra, em Agartha), o Kundalini pode subir sem qualquer perigo.
Há o exemplo, aqui, de alguém que viveu em vidas passadas um despertar do Kundalini e que volta, hoje, com buracos em sua coluna vertebral, e que sofre de suas costas, hoje, devido aos seus despertares do Kundalini que aconteceram nos tempos antigos, mas que não foram feitos de maneira conforme à vontade do Pai, à vontade da Unidade, e que provoca estragos importantes ao nível vertebral.
Isso deve ser evitado hoje, imperativamente.
Mas a finalidade, eu repito, meus caros amigos, não é nem o kundalini, nem a Shakti.
A finalidade é o Pai, a Fonte, a Unidade, o Sol, a Luz autêntica e a fraternidade.
Dito em outros termos, aquele que estaria na fraternidade não tem mais necessidade de falar do kundalini ou da shakti ou de outra coisa.
Ele já está nessa energia há muito tempo.

Pág. 37 - 39
O Espírito Santo vem para vocês.
Deem-se conta da chance que vocês têm.
Já, uma pequena parcela do Espírito Santo depositou-se sobre este planeta, desde 1989.
Mas, hoje, chega a totalidade do Espírito Santo, a totalidade dessa energia cósmica, que vai provocar o espancar cósmico, a surra cósmica, mas, também, a iluminação e a reversão de consciências.
Convém estarem prontos.
Vocês estão prevenidos.
É seu dever estarem alinhados para receber a totalidade do Espírito Santo em vocês, a totalidade da energia Divina, fazer transmutar o conjunto de suas células.
E, nisso, o tempo que vocês têm deve ser totalmente purificado, pacificado, ao nível das emoções, ao nível dos pensamentos, ao nível do corpo, ao nível dos intestinos.
Vocês devem estar no acolhimento total, espiritual, da Luz Divina que vem fazer o trabalho em vocês.
Como vocês querem que o trabalho seja feito, se vocês não acolhem o que vem?
Pouco importam os eventos, pouco importam os elementos que se desencadeiam.
É a última oportunidade que é oferecida, ao conjunto da humanidade, de conectar a Fonte, de despertar ao seu pleno potencial espiritual, de Divindade, de Luz.
Não é preciso fazer obstáculo, de qualquer maneira que seja, à realização do potencial espiritual de sua Luz Divina.

Questão: quais são os efeitos dos produtos animais no corpo humano?
O efeito de produtos animais é gerar, obviamente, a emoção.
Quanto mais as emoções estão presentes, mais há produtos animais que são ingeridos, e vive-versa: quanto mais vocês ingerem produtos animais, mais há manifestação de emoções.

A emoção pode ser positiva, mas a maior parte das emoções ligadas aos animais é ligada aos traumatismos vividos quando da morte desses animais e, portanto, provoca cólera, estresse, tristeza e, sobretudo, agressividade.
Convém, nisso, limitar o consumo direto de qualquer animal, mas, também, de tudo o que vem de secreções de animais.
Apenas o ovo pode ser, ainda, consumido.

Questão: quais são os efeitos do álcool no corpo humano?
O álcool tem a particularidade de ligá-los ao mundo astral, não necessariamente nas emoções, exceto se seu estado de humor é
negativo.
Mas o álcool propicia certo grau de aquecimento e de elevação da consciência, mas que não pode permanecer ligado à sua Fonte, e
que vai vagar nos limbos do mundo astral.

[Técnicas para liberar a entrada da energia]

Questão: como acompanhar, fisicamente, essas descidas de energia?
Há dois procedimentos que são extremamente importantes.
Primeiro, a respiração.
Entrar o sopro, conscientemente, até o baixo ventre.
Apoie-se no ventre, para fazer sair o sopro (não inspirar pelo alto do corpo, mas pela parte inferior do corpo).
Isso já é dado em meus ensinamentos.
Agora, a segunda técnica vai consistir em fazer movimentos, não para liberar as quatro barreiras das raízes dos membros superiores e inferiores, mas liberar as pequenas barreiras.
As pequenas barreiras são os tornozelos e os pulsos.
Alguns de vocês começaram a sentir estalos, dores, nessas pequenas barreiras.
Convém fazer movimentos com os punhos, em todos os sentidos, e a mesma coisa com os tornozelos.
Isso vai permitir fluidificar e permitir a livre circulação da energia cósmica até as extremidades, e à energia cósmica entrar, também, por essa via.
Portanto, é um procedimento de ativação, pela rotação das articulações ao nível dos punhos e dos tornozelos.
Façam isso regularmente, pela manhã e à noite.
Aí está: duas técnicas bem simples.
As crianças, sobretudo abaixo de quatorze anos, não têm as mesmas atividades mentais nem emocionais que as suas.
Elas estão, portanto, muito mais aptas a receber essas energias sem desequilíbrios, porque seu corpo astral não está, ainda, completamente constituído. Há muito menos perigo do que em vocês.

Questão: o que é do Espírito Santo?
O Espírito Santo é um mau termo.
O termo exato é o termo hebraico, que quer dizer Shekina, que os orientais chamaram a Shakti.
É a polaridade feminina do Pai.

É a energia cósmica que vem de muito longe, que vem apenas a cada 52.000 anos, que está em preparação desde 1987, 1989, que se derrama pouco a pouco, com um efeito cumulativo, que preparou os fenômenos de ascensão, que permitiu fenômenos mediúnicos extremamente importantes, que não existiam em minha vida, que fez com que alguns seres se tornassem médiuns, que foram capazes de canalizar inúmeras entidades, mas, também, provocar um início de receptividade do planeta e das consciências para o dia em que a energia do Espírito Santo chegasse.
E esse dia chegou.
Essa polaridade feminina do Pai é uma energia que vai corresponder à reversão, ou seja, que o sentido dos valores, que estavam, até o presente, orientados para a materialidade, vai, de um único golpe, encontrar-se, inteiramente, revertido e propulsionado para a espiritualidade, para a Luz, para a sede do Pai.
Essa energia é uma polaridade feminina.
É uma energia que intervém a cada vez que há uma mudança de polaridade.
O Espírito Santo, a Shekina, é algo que vem agitá-los, de maneira a revertê-los.
É uma energia extremamente potente, cuja cor é o azul escuro, associada ao dourado.
É uma energia que vocês podem tentar visualizar como preenchendo cada uma das partes de seu corpo.
Essa energia é destinada a favorecer, no momento vindo, o fenômeno de ascensão pela elevação vibratória ao nível celular.
Aí está o que eu posso dizer-lhes sobre isso.

Questão: o que é a polaridade masculina do Pai?
É uma energia que dicotomizou-se.
A Fonte é una.
O Pai é um.
A Luz é una.
Mas, para entrar em manifestação, ela é obrigada a dividir-se.
Se se retoma a analogia que existe ao nível do triângulo superior dos sefirots, temos a coroa, Kether, depois temos Shokmah e, depois, temos Binah, que é a esfera superior, a Trindade superior, não manifestada, que vocês chamam, sobre esta Terra, Pai, Filho, Santo Espírito.
Mas, de fato, é Pai, Mãe, Filho.
E a Mãe é a dicotomia da energia do Pai, em uma polaridade, em uma natureza feminina, porque fecundante, porque descendente e não ascendente.
É uma energia que vem inverter as polaridades: o que era interior torna-se exterior, o que era exterior torna-se interior.
Energia de reversão em todos os sentidos: baixo/alto, alto/baixo, interior/exterior, mas, também, esquerda/direita.
Mas, também, ao nível planetário: o que era polo norte tornar-se-á polo sul, e reciprocamente.
Não para imediatamente, entretanto, é a preparação.
Aí está o que se pode dizer da polaridade feminina do Pai.
É uma energia que está ao mais próximo da Divindade absoluta, da Fonte primeira, do ponto central da Luz do Pai, mas que femininizou-se, para as necessidades da manifestação e do retorno à Unidade, de maneira a poder entrar na matéria e transformá-la, fecundá-la.
A polaridade masculina do Pai é, por essência e por natureza, imutável, em todas as direções do espaço, em todas as dimensões do tempo e em todas as dimensões.

Questão: por que o Espírito Santo, em nossa iconografia, é representado por uma pomba?
Simplesmente, porque a pomba é o animal da paz.
A descida do Espírito Santo é a descida da paz.
Se isso desencadeia a guerra, é a vontade da humanidade.
Mas a energia espiritual, a incorporação do Espírito Santo é uma energia que informa, que vem emitir a mensagem do retorno, do momento do retorno ao Pai e à Unidade primordial, essencial e fundamental.
E tomou-se, em todo caso, nessa tradição, a pomba, como símbolo da paz.
Mas o Espírito Santo pode ser representado, também, como uma carruagem de fogo, como uma Luz, um fogo cósmico devorador, que desce sobre a Terra.
Bem, eu lhes aporto toda a minha bênção.
Eu lhes digo até muito em breve.

Pág. 42 – Carma e Graça & Espírito Santo

Mas essa lei de carma, de absoluta reparação, não é, absolutamente, inevitável, porque, há 2.000 anos, porque, depois que o Cristo, nosso Senhor, encarnou-se sobre a Terra, Ele prometeu a lei de redenção pela ação de graça.
Há duas leis no universo: ação/reação, portanto, carma, e ação de graça.
Quando há ação de graça não pode mais haver carma.
A ação do carma é uma ação enquanto vocês permanecem limitados na perspectiva da terceira dimensão, enquanto vocês permanecem no peso, na queda, na noção de prazer na encarnação, na noção de prazer de ação/reação.
A partir do momento em que sua consciência volta-se para o Divino Filho e para o Pai, para a Fonte, progressivamente, vocês aliviam seu carma, não reparando pela reação, mas pelo alívio de ação de graça.
A descida do Espírito Santo tem a mesma virtude de reparação, de transmissão de Luz e, portanto, de subtraí-los da ação/reação para
colocá-los sob a influência da ação de graça.
Durante os períodos que precederam a encarnação do Cristo, obviamente, não havia ação de graça.
Tudo era submisso à ação/reação.
Felizmente, a ação/reação existe porque, quando um ser humano ou um conjunto coletivo, qualquer que seja, comete um erro, como compreender que ele viola as leis de amor universal (de amor fraternal de toda vida existente pelos sistemas solares múltiplos infinitos) se não houvesse essa lei de ação/reação?
A lei de ação/reação é suposta de colocá-los nos trilhos e permitir-lhes compreender que não há caminho de saída além do amor, além da fraternidade.
Aí está o único objetivo da ação/reação: permitir-lhes encontrar a ação de graça.

Pág. 48 

Questão: o que se chama de espiritualização da matéria?
Isso, à primeira vista, é extremamente simples.
A espiritualização da matéria é o que está acontecendo com o impacto do Espírito Santo na matéria.
Trata-se de uma subida na vibração, que permite uma etereação da matéria, ou seja, a matéria torna-se mais ampla, mais flexível, mais arejada.
A matéria eteriza-se.
Ela passa da terceira à quarta dimensão.
Naquele momento, a consciência torna-se muito mais móvel, muito mais solta, muito menos engramada, enquistada, confinada na matéria e chega a desengajar da matéria, a evoluir, a espiritualizar, ou seja, a subir na vibração, ainda mais.
A espiritualização da matéria é o que vocês chamam a ascensão.
É o que, nos textos antigos, foi chamada a ressurreição, ou seja, a reconexão com sua própria Fonte Divina.
Mas, efetivamente, há transubstanciação da matéria, o que quer dizer que, na própria estrutura atômica, há uma modificação de movimentos eletrônicos, uma modificação da constituição dos próprios núcleos atômicos, um fenômeno de elevação.

Quando um ser humano espiritualiza seu corpo, seu corpo passa da terceira à quarta dimensão.
Sua consciência, que estava na terceira dimensão, passa, totalmente, à quinta dimensão.
Há etereação.
Há substituição de alguns átomos constituintes por outros átomos, muito mais leves.
Há, também, modificação vibratória do DNA, mas, também, do número de filamentos de DNA.
Isso nos levaria demasiado longe.
Aí está o que se pode entender por espiritualização da matéria.
Trata-se, obviamente, no que concerne, em todo caso, ao que está acontecendo ao planeta, de uma espiritualização total (habitantes,
homens, almas, vegetais, animais): tudo o que deve elevar-se, deve elevar-se. Tudo o que não puder elevar-se será reciclado e começará uma vida em outro lugar.
O planeta Terra é um planeta sagrado.
A ascensão planetária e o apelo do Espírito Santo que ela recebeu é uma revelação de sua sacralidade e, portanto, uma sacralização real de seus modos de manifestações de vida.
Portanto, o fenômeno de espiritualização da matéria não concerne, unicamente, ao ser humano, mas, obviamente, tudo o que está
presente na superfície, na altura, mas, também, nas profundezas da Terra.
É nisso que esse processo é único. O planeta Terra é um planeta sagrado.
A ascensão planetária e o apelo do Espírito Santo que ela recebeu é uma revelação de sua sacralidade e, portanto, uma sacralização real de seus modos de manifestações de vida.
Portanto, o fenômeno de espiritualização da matéria não concerne, unicamente, ao ser humano, mas, obviamente, tudo o que está presente na superfície, na altura, mas, também, nas profundezas da Terra.
É nisso que esse processo é único.

Pág. 49 – 

Questão: como fazer a diferença entre uma «verdadeira» mensagem ou uma projeção?
Pergunte: Espírito Santo é você?
Shekina é você?
E Shakti você está aí?
Sobretudo agora.

Pág. 61 – Curando com o Espírito Santo

O fogo do éter, o canal do éter é ligado à reunião de um fenômeno extremamente preciso, que nós chamamos os Agni Deva.
Os Agni Deva são partículas corpusculares que não são glóbulos de prana, ou imaginam glóbulos de prana nos quais há um pequeno cometa atrás, como a cauda do cometa.
Esses Agni Deva são partículas elementares as mais ínfimas, além mesmo do átomo, e que são os próprios constituintes da matéria.
O fogo do éter e o fogo atômico apenas são revelados quando a pessoa recebeu a iniciação Micaélica ou Serafínica, é a mesma coisa.
É a iniciação pelo fogo.
Aí está o que se chama o fogo atômico.
Progressivamente e à medida da evolução de consciência do curador que recebe esse fogo cósmico, há amplitude aumentada da recepção.
Há certo número de limiares, de patamares que se manifestam.
E, a cada vez, progressivamente e à medida dos anos, há uma manifestação maior desse fogo do éter.
No estágio o mais evoluído, o curador, chamemos assim, não tem mais necessidade de agir, ele se contenta de estar nesse estado e irradia esse fogo que se torna, ele mesmo, curador.
Assim curava o Cristo, pela efusão permanente do Espírito Santo, pela efusão permanente do fogo do éter, porque Ele era, Ele mesmo, o fogo do éter, o fogo atômico.
Mas esse é um processo que toma anos, que pode sobrevir ou não, em função da retidão de conduta, em função da retidão dos atos, dos pensamentos, das emoções. O fogo do éter, o canal do éter é ligado à reunião de um fenômeno extremamente preciso, que nós chamamos os Agni Deva.

Pág. 95 – Kundalini e Espirito Santo

Questão: é perigoso despertar a Kundalini?
É extremamente perigoso, exceto se recebemos o Espírito Santo.
Tudo é questão de movimento.
Se procurarmos gerar o movimento debaixo para cima, sem ter recebido o impulso de cima para baixo, isso é extremamente perigoso.
Agora, se o impulso ocorreu de cima para baixo, não há mais perigo algum, é mesmo desejável, em todos os sentidos do termo.
Agora, isso são movimentos de energias que nada têm a ver com o que pode acontecer de fundamental no nível da aceitação no coração.
Enquanto falamos de despertar e de subida da Kundalini, isso não quer dizer que ela suba de uma vez por todas.
A energia passa o tempo indo e vindo nesse canal.
O despertar da Kundalini corresponde à primeira manifestação de subida da energia, mas, em seguida, a energia sobe e desce, permanentemente, no interior desse canal.
Inspirar/Expirar, sombra e Luz, permanentes.

Pág. 111-112 – Espírito Santo & Chacras & Mestria

Questão: é bom e útil fazer-se abrir os chacras?
Com uma chave de doze ou chave de quatorze?
Os chacras, peça à Luz para abri-los.
Há seres que abrem os chacras, sim!
Mas eles abrem para que?
Ele é aberto para a Luz?
Ele é aberto para o ego?
Ele é aberto para o emocional?
Ou ele é, realmente, aberto nos planos espirituais?
Vocês sabem, quando se diz que um chacra abre-se, que um chacra recebe a Luz, bem, há certo número de modificações que sobrevêm.
Se vocês não têm as percepções dessas modificações, não há abertura.
Isso é concreto, real, autêntico.
Mas, hoje, é evidente que fazer-se abrir os chacras, qualquer que seja a técnica, quer vocês paguem mil dólares, quer seja gratuito, isso não tem qualquer espécie de importância.
É importante ser si mesmo.
Se você é si mesmo, eles se abrirão, todos, à Luz.
Vocês receberão a Shakti, o Espírito Santo, a Shekina.
Vocês abrirão seus chacras naquele momento.
Agora, vocês podem encontrar Mestres em seu caminho, que vão abrir seus chacras, mas não é por isso que eles os transformarão em Mestres.
Vocês serão, sempre, os discípulos, e eles os Mestres.
Vejam vocês a diferença.
Hoje, é-lhes solicitado tornar-se um Mestre!
Vocês são seres de Luz.
Como é preciso dizê-lo?
Vocês não são discípulos do que quer que seja.
Vocês não são aprendizes do que quer que seja.
Terminou isso.
Era o antigo tempo.
Vocês o têm vivido durante 50.000 anos.
Terminou.
Vocês são Mestres, vocês são Mestres autênticos.
Vocês são Cristo.
Vocês são Miguel.
Aceitem-no e aceitem, também, a vontade da Luz, aí está a coisa a mais importante.

Pág. 143 – 144 – Mestria e Espírito Santo

Pergunta: qual é o melhor caminho para atingir a rendição e a mestria?

Cara amiga, quando você fala de caminho você imagina uma rota, algo a cumprir que leva tempo para atravessar, para empreender, para ir de um ponto ao outro.
Ora, a rendição e a mestria não necessitam de uma técnica.
São coisas que ocorrem no instante presente, instantaneamente.
É isso que vocês têm dificuldade de entender na 3ª Dimensão.
Vocês foram tão inculcados com regras, com modelos (sejam eles quais forem, tanto no plano da vida diária como nos planos espirituais), que é difícil para vocês de conceber que o ceder e a mestria sejam coisas que
ocorrem no instante e não através de rituais, de preces.
Mas é uma decisão que tomamos.
Evidentemente, não é porque vocês irão dizer “eu sou Mestre, eu me rendo”, que isso vai acontecer assim de um dia para o outro.
Não há caminho.
Não é algo que vai empregar uma técnica mais do que outra.
Não é questão de acender uma vela todas as noites, às sete horas, ou de se ajoelhar sobre um tapete cinco vezes ao dia, ou de se voltar para a cruz e de se flagelar.
Isso aí não é a mestria.
Isso não é, aí, o caminho.
Vocês são o caminho.
Mas esse caminho é um caminho que é instantâneo.
Este não é um caminho que leva tempo, principalmente hoje.
Este é um caminho que consiste em compreender isso, de uma vez por todas decidir (no seu mental, no intelecto e, depois, em Espírito e em Verdade) que vocês são Mestres de vocês mesmos, que vocês são
seres Divinos.
Para a mestria é extremamente simples.
Para a rendição, talvez, seja um pouco mais complicado porque desde que estamos sobre a Terra, nós aprendemos, nesta vida, a sempre depender disso ou daquilo, da educação, das convenções, e no espiritual, também, de certos modelos que adotamos ou que não adotamos.
Tentamos seguir os ensinamentos.
Tentamos nos conformar a algo que existe.
A partir do momento, e isso compreendam bem, a partir do momento em que permanecemos apegados a algo (que  isso seja um modelo espiritual), não podemos aceder à transformação total.
Isso é extremamente importante para colocar na cabeça, ou seja, que não podemos imaginar chegar à iluminação por uma via, por um caminho que seria uma ascese, que seria algo longo, que seria algo levando vidas e vidas.
Não, hoje, a energia do Espírito Santo, a Luz da 5ª Dimensão, já está prestes a infiltrar a Luz da 3ª Dimensão, mas, também, os corpos.
Eu já disse na última vez: “Pai, que a tua vontade seja feita e não a minha”.
A melhor rendição está aí.
A mestria é um abandono.
Compreendam bem que é um abandono que confere a mestria e que a mestria confere o abandono.
Há, aqui, uma dinâmica extremamente sutil entre abandonar e exercer a mestria.
Ora, o problema da 3ª Dimensão é que vocês não querem abandonar o que vocês ministram.
E vocês não querem ministrar o que vocês abandonam.
O problema está aí.
Isso ocorre quando estamos na encarnação (pelos próprios medos inerentes à constituição do que chamamos de linhagem, à constituição das nossas próprias células), o medo está inscrito no ser humano: o medo de faltar,
o medo de morrer, o medo disso, o medo daquilo.
E o medo implica nesta noção essencial de tudo controlar para, sobretudo, não ter medo.
Ora, é preciso abandonar os medos.
Isso não acontece, efetivamente, de um dia para o outro.
Mas não há caminho melhor que outro.
Entretanto, é algo que deve se apresentar na consciência.
No momento em que eu sinto medo, é o medo de quê?
O medo não está no presente.
É uma projeção do meu mental no futuro.
Eu vou sentir falta disso.
Vai me acontecer isso, vai me acontecer aquilo.
Eu não vou repetir porque vocês já sabem, mas chega a nós o que projetamos, é claro!
É preciso projetar a mestria e a rendição, o abandono dos esquemas antigos.
O que deve morrer deve morrer e o que deve viver deve viver.
A vida é eterna transformação.
A partir do momento em que uma coisa cessa de se expressar, ela não vive mais.
É preciso compreender isso.
Vocês são o Caminho.
Vocês são a Via.
Vocês são a Verdade.
Vocês são a Vida.
Vocês apenas têm que requerer isso.
Depois, vocês poderão tomar todos os caminhos que vocês desejarem.
Vocês poderão ir a uma igreja.
Vocês poderão acender velas.
Vocês poderão utilizar cristais, sei lá o que mais, o que vocês quiserem.
Mas o importante é que alguma coisa decidiu, aí, na consciência, agora: “eu sou um ser Divino”, “Pai, que a tua vontade seja feita e não a minha”, “eu sou o meu próprio Mestre”.
Tenho dito.

Pág. 149 – A 5D e a Energia do Espírito Santo de Sirius

Pergunta: as evoluções físicas associadas à 5ª Dimensão estão em curso?

As transformações físicas já começaram há muito tempo, cara amiga.
A partir do momento em que a nossa Galáxia passou sob a influência do Sol central que vem de Sírius, em agosto de 1987.
Desde esta época, e particularmente desde o período entre agosto de 1987 e agosto de 1999, um período de doze anos que representou os doze trabalhos de Hércules, a ativação das doze portas ligadas à influência
dessa irradiação específica preparatória para a 5ª Dimensão.
E, sim, os corpos se transformam para aqueles que aceitam esta nova Dimensão, especialmente no nível de vascularização, no nível do cérebro, no nível da consciência, mas, também, no nível dos corpos, há modificações que ocorrem.
Não perdemos os dentes ainda.
Mas, no entanto, há modificações extremamente importantes que acontecem no cérebro, mas também no coração, no timo, no nível do pâncreas.
Essas zonas são submetidas a irradiações eletromagnéticas muitíssimo mais importantes do que foi o caso nos últimos 50.000 anos.
Tudo isso está, então, prestes a mudar desde quase vinte anos.
As modificações encontram-se, também, no nível biológico, no nível sanguíneo, podendo ser notadas, e elas foram notadas em outros lugares por alguns cientistas da Rússia e do Canadá.
Não acreditem que os seres que estão nos comandos no planeta não sabem o que está prestes a acontecer.
Eles estão bem conscientes.
É aí que reside o problema.
Então, esta mutação está em andamento no nível celular, não ainda no nível do DNA.
Vocês ainda não recuperaram o DNA da 5ª Dimensão.
Mas, no entanto, as modificações no nível do pâncreas e no nível do coração são extremamente importantes.
O pâncreas é um órgão bastante importante.
É ele que distribui a energia no corpo, a energia eletromagnética, não a cósmica, não a magnética, mas a eletromagnética que penetra pelo pâncreas, pelo chakra do pâncreas.
O pâncreas é um órgão místico, do mesmo modo que o coração, que o cérebro.
O pâncreas está ligado a mudanças dimensionais.
Guardem bem isso.
A mudança dimensional refere-se, em primeiro lugar, ao pâncreas porque é ele que está encarregado de metabolizar a energia do Espírito Santo que chegou de Sírius.
Ela penetra pela cabeça e, se ela não for metabolizada pelo pâncreas, naquele momento, não pode ali haver transmutação da energia e, portanto, em níveis celulares.
O pâncreas é um órgão que está associado à noção de centro.
Vocês têm um centro na cabeça.
Vocês têm um centro no peito.
Vocês têm um centro no pâncreas.
Isso é extremamente importante.
O pâncreas sempre desempenhou um papel muitíssimo importante na passagem dimensional.
O que denominamos baço é, também, baço/pâncreas ou pâncreas/baço, como dizem os chineses, eu creio.
É exatamente o mesmo órgão em nível simbólico.
O baço é quem filtra o sangue.
O sangue é o símbolo da vida.
O coração bomba o sangue.
O cérebro toma o sangue e o transforma em outra coisa e pega o oxigênio do sangue, o açúcar do sangue.
O pâncreas, ele, regula o açúcar.
O baço/pâncreas é exatamente a mesma região, é o que denominamos a região do chakra do baço, ou do chakra do pâncreas.
É a mesma coisa.
Tenho dito.

Pág. 155 – O Mestre de agora é o Espírito Santo!

Questão: continua necessário encontrar um Mestre espiritual?

Ninguém jamais disse que era necessário ou indispensável ter um Mestre.
Em certa época era importante ter um guia, um modelo sobre o qual conformar-se, alguém que podia ser como nas profissões, quando havia os aprendizes, os companheiros, quando havia um mestre acima para guiar, para iluminar, levar os seres para mais liberdade, mais autonomia.
O problema é que a maior parte dos seres e, isso, em todos os tempos, que se intitularam Mestres, que se intitularam padres, diretores de consciência eram seres de poderes que não estavam, absolutamente, nessa relação de ajuda ao outro.
A primeira coisa que caracteriza a ajuda ao outro é, obviamente, a gratuidade, a noção de doação.
Para nada serve encher a mala de igrejas.
Em contrapartida, o verdadeiro mestre espiritual é aquele que trabalha na noção de doação através do ensinamento e a faculdade para ajudar o outro em seu desenvolvimento espiritual, o que não impede de fazer-se pagar por tarefas habituais, mas absolutamente não no conselho espiritual.
Aí se situa o verdadeiro Mestre, na noção de doação de si, de gratuidade do ensinamento.
A partir do momento em que é preciso pagar para despertar isso ou aquilo, a partir do momento em que é preciso pagar para ter um conselho, não é mais um Mestre que fala, é um trapaceiro.
Se o aluno tem necessidade de um mestre, o mestre apresentar-se-á.
Se o aluno está em uma falsa espiritualidade, apresentar-se-á um trapaceiro.
É uma lei de ressonância que não sofre qualquer exceção.
Mas as circunstâncias de minha vida não são, absolutamente, as mesmas que aquelas que existem depois de minha morte.
Vocês estão sob a influência de uma energia espiritual extremamente forte, que não existia em minha vida.
É por isso que, em minha época, havia aspirantes que queriam fazer um trabalho de elevação da consciência, de elevação da vibração, como sempre foi o caso desde séculos e séculos.
Mas, doravante, vocês têm o Espírito Santo que está aí.
E o Espírito Santo é o grande Mestre, o Mestre absoluto, porque não há ego no Espírito Santo.
Não há personificação, através de um ser.
Hoje, aquele que recebe o Espírito Santo torna-se um mestre, a partir do momento em que ele irradia essa qualidade de ser, a partir do momento em que, sem tocar os seres, sem falar, ele consegue fazer de forma a que estes se transformem, qualquer que seja a técnica «utilizada», uma vez que ele nada faz.
Ele poderia utilizar açúcar de cevada ou pirulitos para evoluir, fazer evoluir os seres. [Nota de HS: ri muito quando li essa frase!].
É o que se chama a «presença».
E, em meu tempo, eu dizia que o Mestre era importante, não através do ensinamento que ele podia dar, mas através da irradiação de sua presença.

[Nota: pelo Campo de Força – eu sempre enfatizei isso quando falei que um Mestre é importante só por causa do campo de força, do fogo dele – que incendeia sua alma – por isso Ramana dizia que não eram suas palavras que iriam produzir qualquer transformação... se sua presença – ele dizia, se “seu silêncio”  não a produzisse, por isso, ele também foi chamado de o Mestre do Silêncio e também altamente criticado por isso... claro, pelos alunos imaturos, que querem apenas provas, palavras, técnicas mil, etc. 

O mesmo produz uma verdadeira Escola Espiritual, digo, que trabalha com a Força Monádica do Pai e com a Força do Espírito Santo da Mãe, e estas, são raras, porque são raros os alunos preparados para ela – agora sim, há sempre mais almas maduras, seja para uma verdadeira Escola, seja para acessar um verdadeiro Mestre e tudo apenas em função do Campo de Força transfigurante que ambos possuem – a maioria dos grupos e igrejas, trabalham com energias da Alma, algumas apenas a energia astral – são trabalhos preparatórios ainda válidos para almas menos maduras, mas hoje, devido a facilidade de se atrair a Energia do Espírito Santo, o ideal seria todos aproveitarem esta maravilhosa super Onda Galáctica, como também é chamada, e se deixar levar... sem medo, sem resistências... e isso, claro, para o ego é um terror... por isso, o jeito é orar e pedir todos os dias para o Espírito Santo amansar nosso ego para ele permitir o afluir da Energia em nós – isso é  A GRANDE GRAÇA QUE VEM DE GRAÇA, sem necessidade de técnicas,  rituais, sem purificações exaustivas, sem mantras, apenas ficando zen... ;-) ].

Continuação do texto acima:

Mas, hoje, a irradiação está presente fora dos seres.
É o Espírito Santo.
Não se esqueçam, também, de que os trapaceiros podem aproveitar-se disso.
Eles podem induzi-los a erro em relação à espiritualidade.
É por isso que é importante encontrar, si mesmo, sua própria via com a ajuda do Espírito Santo, da energia que está aí, da vibração que está aí.
Portanto, pode-se dizer que, se vocês experimentam a necessidade de um Mestre, é que, de algum modo, vocês têm necessidade de um guard-rail.
Mas se, tendo vivido algumas aberturas, vocês procuram um Mestre, mas, em vocês não há uma qualidade específica, vocês arriscam atrair, muito fortemente, falsos profetas.
Haverá muitos deles no final dos tempos.
Haverá muitos seres que virão para enganá-los, para levá-los a caminhos de ilusões, a caminhos de perdições, a caminhos que não vão ao sentido da Luz.
É preciso ser extremamente prudente, porque todos os seres são banhados nessa energia.
Essa energia, pode-se fazer dela o que se quiser.

Pág. 156 – A descida do Espírito Santo e o aumento dos conflitos

Questão: por que a Terra, nesse momento, é nutrida, mais do que nunca, de Espírito Santo e, ao mesmo tempo, jamais se viu tantas desordens, crises?

Perfeitamente.
A explicação disso é muito simples.
É que a maior parte dos seres humanos recusa essa energia, porque eles estão apegados, a maior parte por medo, alguns por vontade (estes fazem parte das forças escuras), aos esquemas de funcionamento antigos.
E, progressivamente e à medida que a energia desse Espírito Santo que chega desce, ela não consegue penetrar pelo centro espiritual.
Entretanto, essa vibração deve, efetivamente, penetrar o corpo e vem, nesse caso, chocar as forças de divisão.
O Espírito Santo, em si mesmo, é uma energia transformadora de Luz, na condição de que o ser aceite abrir-se a essa energia.
Senão, se o ser prefere permanecer na divisão, na separação, isso vai amplificar os conflitos, e isso dá tudo o que vocês veem – a violência, a poluição, os assassinatos, a avidez material, espiritual, os desvios de todo
gênero – porque os seres não foram capazes de abrir os canais superiores dessa energia do Espírito Santo.
A energia do Espírito Santo é uma energia de Amor.
Mas, se vocês recusam o Amor, o que acontece?
Vocês entram no oposto do Amor.
Vocês não estão mais na vida, estão na morte.
É o que acontece para 90% da humanidade.
E isso vai crescendo.
E é por isso que eu falei de espancar cósmico, de surra cósmica.
É por isso que as doenças explodem.
É por isso que os vulcões acordam.
É por isso que os elementos são desencadeados, cada vez mais.
Isso não terminou, isso começa.
É por isso que é preciso adquirir cada vez mais lucidez, estar centrado cada vez mais, porque as condições de vida serão cada vez mais terríveis entre, de um lado, o que vocês vivem na consciência (para aqueles que estão abertos à quinta dimensão) e as forças de resistências que vão procurar, a todo custo, manter um status quo de terceira dimensão.
Isso provoca sofrimentos terríveis, por vezes, medos.
O único modo de vencer esse sofrimento é permanecer centrado em si, encontrar pessoas que funcionam exatamente como você.
A um dado momento, é por isso que falamos de reagrupamentos e que haverá ilhas de sobrevivência que serão criadas, em especial no México.
Haverá cidades inteiras de seres que pensam, que vivem como você, nessa aspiração à quinta dimensão, porque você não poderá mais continuar no mundo tal como ele é.
Não há mais possibilidades.
Há incompatibilidade total entre as forças de atração da terceira dimensão e os esquemas estabelecidos de funcionamento e as novidades que se inscrevem em suas células, em sua consciência, em relação à vida na
quinta dimensão.
Isso cria uma distância, eu diria, intransponível, enorme.

Pág. 278 - Sinais do Despertar via Espírito Santo

Questão: quais são os marcadores do despertar?

Então, os marcadores do despertar correspondem à primeira etapa; isso corresponde à recepção de uma energia específica que provoca o despertar.
Essa energia, de acordo com as tradições, vai chamar-se diferentemente.
Ela pode chamar-se a Shekina, a Shakti, o Espírito Santo.
É uma energia que é transferida, a priori, diretamente, pelo Mestre desperto, portador dessa energia, mas pode ser, também, transferida, simplesmente, na natureza, pela beleza da natureza.
É uma energia específica que está presente sobre a Terra, há mais de vinte anos e que vai ativar o que se chamam os chacras superiores.
[... continua ... detalhes sobre o despertar x chacras, sons, etc...]
Quem se interessar, localize a página acima.

A Graça de um Mestre 
Em tempo: muitos vão dizer, mas agora ele fala do mestre que é portador da energia do Espírito Santo - sim, um Mestre Desperto, Liberto sempre foi portador dessa energia e quando se encontra um Mestre deste gênero ele será de imenso valor, pois, caso sinta afinidade com ele, isso significa que há um compromisso de alma com ele e daí ele, pela sua mestria, vai saber exatamente do que você precisa - isso me faz lembrar de algo que alunos antigos contam sobre Jan van Rijckenborgh - estava ele passeando pelo jardim - no Centro Mundial da Escola na Holanda - quando viu um aluno trabalhando, conversando com ele ele "viu" que apesar de ser um aluno iniciante na Escola, era uma alma velha e por isso pediu para  ser colocado em um estágio mais avançado, sem passar pelos intermediários - isso só um Mestre sabe e pode fazer - eis a Graça de ter um para quem tiver! Ou uma Escola Espiritual, ou então, hoje, uma Entrega profunda ao Espírito Santo que tá no ar... em todo lugar.

Pág. 393 Veja a partir da página 393 um texto chave sobre como está atuando a Energia do Espírito Santo ou de Shekinah, ou Shakti sobre a Humanidade, que eu copiei na íntegra no meu artigo O QUE É O ACESSO A 5D – onde me dei ao trabalho de criar subtítulos, de negritas passagens chaves e outros.

Pág. 400 - Iniciação atual (não mais purificar o ego é a chave!!)

[...] Nos caminhos antigos, isso era verdadeiro, era preciso purificar o ego para aceder ao coração.
Hoje, é-lhes solicitado receber essa energia que vai, ela mesma, purificar os chacras.
É um trabalho de focalização de consciência: ao invés de focalizar aqui (ndr: OMA mostra o coração), focaliza-se no sexto e sétimo chacras e, quando a energia ativa-se, deixa-se descer, simplesmente.
Não se esqueçam de que a ascensão, no antigo tempo, era a passagem do ego ao coração, é um processo individual.
Ora, aí, vocês estão em face de um processo coletivo, cósmico, planetário e galáctico, não é, de modo algum, a mesma coisa.

Questão: qual é a diferença entre o Espírito Santo e a energia Micaélica?
Nenhuma, há uma adequação total entre a Shakti, o Espírito Santo, a energia Mariana e a energia Micaélica.
É a energia de cor azul, que vem do Sol Central da galáxia de Sírius.

Questão: como se faz com que ela tenha sido dissociada nessas três expressões?
Não há apenas três descrições, há múltiplas delas, ela pode, também, ser chamada a Shekinah, na cabala.
Eu tomei isso porque Espírito Santo é a pomba que desce, o pentecostes, se preferem.
Lembrem-se de que, no antigo tempo, a crucificação, a ressurreição, a ascensão e, depois, pentecostes.
Hoje, não é o mesmo caminho, é primeiro pentecostes, antes da ascensão.

Questão: portanto, o sucesso dessa ascensão é ligado à capacidade de abandonar-se?
Completamente.
É a maior frase: «Pai, que sua vontade seja feita e não a minha».
Porque, se você está abandonada, completamente, não pode mais ali haver medo, exceto abandonar-se, ainda mais, os medos desaparecerão.

Questão: como se situam, nesse contexto, os trabalhos nas memórias?
É muito simples, todo trabalho, hoje, com as energias do Espírito Santo que estão presentes, que quereriam trabalhar em memórias, é um trabalho que contraria o advento da ascensão.
A ascensão é algo, lembrem-se, que deve libera-los de seu corpo astral, o que é o caso para a maior parte.
As memórias são ligadas ao corpo astral, ou seja, através desses processos de liberação dita memorial, vocês vão atrair, novamente, vocês vão impedir a dissolução do corpo astral, porque vão despertar memórias.
Vocês não as eliminam, vocês as despertam.
Isso não se elimina, as memórias, não há qualquer modo, tal como vocês são constituídos, de desembaraçar-se de uma memória.
O único modo é fazer desaparecer o corpo astral, em sua totalidade, e vocês constatarão que a maior parte das pessoas que trabalha nessas memórias são grandes emotivos.
Eles têm a impressão de controlar as próprias emoções através disso, mas o problema não é controlar a
emoção, não é lugar contra, é transmutá-la pela energia do Espírito Santo.
Ora, vocês não podem transmutá-la portando sua consciência acima, é como se eu lhes dissesse, no antigo tempo, que se vai aceder ao coração meditando no ego, é exatamente a mesma heresia.

Vocês podem passar milhares de anos a meditar no ego, restarão, sempre, manchas escuras. [...]

Pág. 1109 – 1112

Considero ainda bem chave lerem o material constante nas páginas acima. Confesso que não tive mais paciência para copiar e arrumar as linhas, visto que cópias do PDF geralmente se deformam quando salvas no Word.doc.
Aqui tem algumas dicas preciosas para todos – principalmente ao nível de enganos que ocorrem quando alguém tem o Terceiro Olho aberto, por exemplo. Mas ele aborda vários temas chaves.

CONCLUSÃO

Depois de revisar o artigo a noite, acordei no dia seguinte e ainda deitada na cama lembrei do link do livro OS SETE RAIOS DO ESPÍRITO e me veio uma imagem bem interessante para eu mesma entender este conceito, bem como da Trindade. 
Exemplo de um bolo e os sete aspectos ou facetas do Espírito:
- Para fazer um bolo digamos que sejam necessários 7 ingredientes. Cada um na proporção adequada, de acordo com o bolo - no final, juntos e misturados, criam um BOLO. Provavelmente assim funciona com os sete raios ou sete aspectos do Espírito que o livro vai desenvolver, mas como conheço o tema de outras obras, eu vi que ele usa os mesmos princípios chamados de universais, ou seja, primeiro há a divisão trina, como as três cores primárias, assim há o aspecto Força, Amor-Sabedoria e Inteligência Criadora - os termos mudam, mas o conceito por detrás são sempre os mesmos - destes 3 geram-se mais 4 aspectos, totalizando 7, ou mais. Pois com as 3 cores primárias podemos criar inúmeras nuances.

Portanto, se pegarmos a farinha, o açúcar e os ovos, bem como os outros quatro, tais como talvez coco ralado, óleo, uma pitada de sal e fermento, veremos que a maioria deles existe por si, mas só tem sentido se misturados, afinal, não comemos farinha pura, nem açúcar puro via de regra, ou sal, fermento, somente os ovos no caso do exemplo. Eles foram criados para serem misturados e de acordo com a mistura fazemos mil receitas. Já outros elementos, como arroz, nozes, feijão, etc. podemos consumir por conta, sem misturar necessariamente, embora se tornem mais saborosos se adicionados a outros elementos, no mínimo com uma pitada de sal e óleo. Salvo as nozes e o ovo, que cozido é saboroso mesmo sem sal. E talvez isso nos dê uma chave de elementos nutritivos polivalentes e outros complementares - e o mesmo deve ser no âmbito espiritual.

Provavelmente existam técnicas ou forças altamente potentes por si e algumas apenas se associadas a outras.

Creio que agora sim, eu poderia parar de escrever – sinto que com este post eu resgatei o que eu própria vinha buscando, mas caso eu realmente pare de escrever vou deixar um comunicado, ok.
Eu já vinha parando de ler – faz tempo que não compro mais livros em sebos e releio apenas alguns livros chaves, como de Ramana, Tolle, digo, vinha relendo, mas agora sinto que até isso foi concluído – sem dramas, sem radicalismo – se um dia eu acordar e achar que devo ler algo, que devo comprar algo, claro que farei – o radicalismo é que azeda qualquer evolução e a atrasa, portanto, sem radicalismos. Existem sim, fases chaves quando se segue algum processo, em que certas atividades devem ser suprimidas - precisamos diferenciar isso de ser radical pela falta de entendimento. 

Ex.: se decidir estuda Psicologia não vai querer dar uma de rebelde sem causa e ler livros de Biologia. O exemplo simplificado se aplica a algumas exigências quando se segue uma Escola Espiritual de fato. Tudo tem sua razão de ser, assim como numa empresa, no comércio - cada área envolve regras básicas senão nada funciona.

Agradeço a todos que vieram lendo meus artigos e agradeço mais ainda aos que repassarem adiante apenas esta postagem, pelo óbvio de quem entendeu a extensão da Graça que estamos vivendo, e quantos mais ficarem ciente, menos dramática será a famosa TRANSIÇÃO PLANETÁRIA, que será menos ou mais turbulenta de acordo com cada um de nós – cada um de nós faz a diferença no mundo, quanto mais abertos estivermos e permitirmos o Espírito Santo realizar sua obra Curadora em nós, para nos adequar para Voltarmos a Casa do Pai, limpos, preparados, menos drama haverá sobre o Planeta mas, com certeza, menos dramas nos atingirão pessoalmente – como muitos já vem sentindo e sabendo. Claro que se alguém é atingido por alguma catástrofe não quer dizer que ele não se purificou de acordo, talvez foi sua opção interior, de sua alma,  para estar por perto para ajudar, desde que não recaia no medo, mas fique firme e se centre sempre no Pai e Mãe ou naquele trouxe ao mundo a Energia da Graça, da Mãe, ao mundo: Jesus o Cristo para os cristãos, ou a Energia do Cristo para os que entendem este conceito amplo, que ultrapassa todas as religiões.
Esta Energia do Cristo que voltará – está voltando – está aí... pegando carona com a Energia da Mãe, do Espírito Santo! Ou talvez seja ela, ou enfim, ela seja a Energia trina...

A graciosa Graça de Jesus, usando da Energia Crística, foi liberar a Energia do Espírito Santo para todos – sem necessidade mais de complexos rituais – claro, para quem entendeu isso, pois o que a mente não entende, ela bloqueia, por isso, muitos de nós se privaram de uma jornada mais simples por falta de conhecimento! Bem como diz na Bíblia: meu povo peca por falta de conhecimento – hoje eu diria: ou por excesso de conhecimento (via net) e ninguém mais saber discernir nada de nada.
Sendo assim, desejo a todos, e a mim também:

QUE A GRAÇA NOS AGRACIE COM SUA AMOROSA FORÇA CURADORA...
“Pedi e dar-se-vos-á”!
“Batei e abrir-se-vos-á”!
Peçamos pois ao Espírito Santo que nos cure e nos prepare para o Grande Retorno Ascendente, de dimensão em dimensão, ou, usando as palavras cristãs: de Glória em Glória!
Até atingirmos o Grande Centro: o Coração Central Cósmico, onde todos SOMOS UM com a FONTE que nos gerou no alvorecer dos tempos desta Criação Cósmica! A gota retorna ao oceano e se funde nela, mas agora CIENTE DE SUA ORIGEM! Por isso o Pai preparou uma Festa para o Filho Pródigo: o Espírito que desceu da dimensão máxima para a mínima, comeu com os porcos, sofreu, mas entendeu a jornada e optou por retornar e levar ao Pai a Essência de seus aprendizados!
Ele saiu como Espírito Puro – Inocente e Inconsciente - e voltou como Espírito Maduro, Potente e Consciente!
Eis o motivo supremo da Criação: as gotas saem do Oceano Cósmico da Fonte, se materializam de dimensão em dimensão, adquirem experiência e retornam com tesouros maravilhosos, transformando o imenso Oceano do Pai em Sabedoria Consciente – em Saber Vivido!

Venha a nós, o Espírito Santo, nos cure e nos prepare para a Grande Ceia junto a Fonte Pai-Mãe, da qual saímos como Filhos Inocentes e Puros, e voltamos Cientes e Maduros!
Ajude-nos o Santo Espírito Materno com tua Graça, que é o Amor Supremo – que nada exige em troca. Apenas a Entrega!
Que assim seja!
AMEM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos de antemão os que se derem ao trabalho de expor um comentário, pedimos apenas que sejam objetivos, seja na exposição, ou na formulação de dúvidas.