domingo, 16 de outubro de 2016

O QUE É A ASCENSÃO... À 5 D?

ARTIGO ATUALIZADO EM 19.10.16
(Inseri dois novos textos: um na introdução e outro no final da Parte I,
onde cito duas passagens de João - e corrigi erros menores diversos)


http://ernesto-shimabuko.blogspot.com.br/2013/09/portal-de-gaia-terra-5d-260913.html

- O QUE É A QUINTA DIMENSÃO?
- E QUAIS AS CONDIÇÕES CHAVES PARA ASCENDER A ELA?

Se você não sabe responder a estas duas perguntas talvez seja interessante ler este artigo, porque muitos ainda vão poder se preparar para a Quinta dimensão, justamente porque saberão a que se refere, outros vão acessar a quinta, ou ascensionar, com ou sem corpo, mesmo não sabendo o que seja a Quinta Dimensão em termos modernos, pois terão todas as qualidades para aceder a ela ou, dito em termos antigos cristãos, a Nova Terra & Arrebatamento.

Achei interessante acrescentar um texto, de um extenso documento em PDF (de mais de 2 mil páginas, do qual retirei o material deste artigo - ver link no final da PARTE I), sobre a Nova Terra:
PG 372
Questão: «subir» para a 5a. Dimensão faz referência a uma nova esfera?
Parece-me que eu já respondi.
É a Terra que é transmitida da 3a. Dimensão para a 5a. Dimensão.
É como se, a um dado momento, ela estivesse aí e, em outro momento, ela não está mais aí.
Para a consciência é igual: quando um ser humano morre, o que é que acontece?
O mundo não desaparece, é ele que desaparece para o mundo.
É o mesmo processo que vai acontecer na 5a. Dimensão, exceto que, aí, será coletivo.
De repente, há pessoas que se comunicam, que estão aí, há uma delas que passa, eu diria, para a 5a.
Dimensão, e a outra que permanece na 3a. Dimensão, há uma que subiu e a outra que permaneceu.
Aí está como isso vai acontecer, e é o mesmo processo que no momento da morte.
No momento da morte, vocês deixam este corpo, exceto que, aí, vocês vão levar o corpo consigo, para
aqueles que irão subir com o corpo, o que não é uma generalidade.
Isso vai depender, cada caso será diferente.


Nesta era mental por excelência, ter algumas Informações a mais pode ser útil a todos, pois caso contrário, os que estiverem bem preparados em muitos aspectos, mas na hora H deixarem o medo dominar, ficarão retidos na 3D por causa do medo – e na hora final do planeta permanecer na 3D vai ser cruel!
Lembrando que Informação, em seu estado Original é Luz! Assim como Energia é Amor - a Luz é a Polaridade Elétrica, Masculina, da Fonte, o Amor é a Polaridade Magnética, Feminina, da Fonte. Da Luz e do Amor surge o Filho, o Neutro, a Matéria. 
No idioma alemão isso é bem claro, pois existem três gêneros, o masculino, o feminino e o neutro, a criança, que seria o equivalente ao filho. No alemão temos para masculino/er, para feminino/sie, e es/das para neutro, onde se inclui o substantivo criança e objetos em geral. Idem no inglês que temos he/she/it. O português, analisado sob este prisma, é um idioma bem dual, com predominância do masculino.

Na terceira dimensão as polaridades se transformaram em dualidades, que são as sombras, os aspectos invertidos das polaridades. Na Quinta Dimensão, que é Luz em estado puro por excelência (dizem várias fontes, incluso a do material que gerou o livro A LEI DO UNO), ainda existirão polaridades, mas não mais dualidades! E a Matéria, por consequente será mais sutil, por isso a Nova Terra não é esta terra da 3D melhorada, é uma Terra de Matéria Transfigurada, assim como deverão ser transfigurados nossos corpos da 3D, para poder viver na Terra 5D ... Mas dizem que alguns vão morrer fisicamente e mesmo assim acessar a 5D. E aí me pergunto:

- Qual a diferença entre um ser que transfigurou em vida e acessou a 5D, daquele que morreu mas que teve méritos para acessar a Nova Terra? Será que existe diferença? Algo como cada um ainda vai habitar um nível "superior ou inferior" dentro da 5D, ou apenas alguns serão mais como aprendizes e outros mais como mestres na 5D? Mas isso é pura curiosidade minha, surgida agora, enquanto escrevo esta introdução.

Sobre o material copiado:

Deste, como petisco inicial, vou usar uma resposta da página 449 do documento em PDF que tem mais de 2 mil páginas. Portanto, podem imaginar o trabalho que tive de localizar quase todas as questões que envolveram o tema QUINTA DIMENSÃO – assim, façam jus a este esforço e se esforcem para ler o que eu localizei, primeiro manualmente e depois via botão LOCALIZAR, lembrando que este botão, ou esta função e todas as demais de um documento em PDF, só se tornam acessíveis quando você baixa em seu PC o documento – se apenas o abre, não aparece nenhuma função e terá que localizar manualmente qualquer assunto.
Ah! E por favor, fechem os olhos para erros diversos - afinal eu mesmo reviso meus textos e quando são tão longos... haja olhos!

Notas/Sugestões:

1) LOCALIZAR - Aproveite esta ferramenta, caso lhe interesse checar outros termos, como o complexo tema dos Arcontes, de Jesus, Mestria, Iluminação, etc. O link de onde tirei o material deste artigo, segue no final da PARTE I.

2) IMPRIMIR - Se preferir ler de forma impressa, sugiro copiar todo o artigo e salvar num word.doc ao invés de imprimir daqui, pois vai perder muita margem e aumentar em 1/3 o volume das páginas. Mas... não tente formatar o texto, pois ao querer aumentar a fonte, vai desfigurar todas as linhas, visto que copiei os textos de um documento em PDF, que não permite formatações - dei-me sim, ao trabalho de aumentar a fonte dos textos da PARTE I, por conterem as informações mais chaves do tema da 5D, mas isso implicou em ter que formatar quase que linha por linha. Mas os demais tive que deixar na fonte 9, bem pequena, que terão que ler fazendo zoom na página, se for necessário, e uma vez impresso... terão que usar um óculo mais forte, caso usem algum, ou uma lupa talvez. 

3) TÍTULOS - NEGRITOS - SUBLINHADOS - todos, dos textos da Parte I, são de minha autoria.

4) TERMOS HINDUS - Em poucas partes são usados alguns termos hindus; vou inserir os que lembro e, dentro do possível, explicar nas minhas palavras:

AKASHA - Memória Universal / Livro da Vida
CHITA - Matéria mental ou Mente material
CHACRAS - Centros de Energias presentes no corpo invisíveis ao olho comum
SHAKTI - Energia Primordial Feminina
SHIVA - Energia Primordial Masculina
SHUSHUMNA - Veja no texto abaixo!
KUNDALINI - Aqui vou ter que me estender, porque há muita confusão em torno do tema - insiro uma resposta do longo PDF, que responde com  uma clareza impar este tema, que normalmente só um Liberto pode dominar, que é o caso do autor do extenso do material, mas o que mudou radicalmente do passado para hoje, é que não se faz mais subir a energia e sim descer - embora isso não seja o termo correto. Lendo entenderão. Muitos nomes são dados a esta energia, incluso Fogo Sagrado! Fogo Divino!


MENSAGEM DE 24/12/2005

Questão: poderia falar-nos da «subida de Kundalini»?
A subida do Kundalini foi um fenômeno descrito nas tradições orientais. Entretanto, desde o início do século XX, desde mais de cem anos, as coisas mudaram, profundamente. Inúmeros sábios orientais, cujos primeiros foram Sri Aurobindo, Mãe e, efetivamente, outros após eles, atraíram a atenção dos yogi sobre o fato de que o despertar do Kundalini, tal como era escrito nos textos, era algo que não era mais atualidade porque, hoje, o ser humano, a Terra, em sua totalidade, tinha acesso a uma nova dimensão, que se chama o supramental, que vocês chamam, hoje, na new age, a quinta dimensão.
Ora, a particularidade da quinta dimensão é, também, iluminar o supramental. Hoje, a iluminação do supramental corresponderia à ativação do Espírito Santo em vocês. Ora, esse Espírito Santo é uma energia que desce em vocês. Não há necessidade de fazer subir o Kundalini enquanto o Espírito Santo não desceu, enquanto o supramental não penetrou cada célula, em profundidade. O Kundalini desperta  naturalmente, mesmo se se possa favorecê-lo, obviamente, a partir do momento em que o Espírito Santo foi recebido. Quando o Espírito Santo foi recebido, a ativação do terceiro olho está presente. Isso se chama a transfiguração. Isso se chama a iluminação do supramental. Naquele momento, é preciso dizer «Pai, eu entrego meu Espírito entre suas mãos».

Naquele momento, a energia que estava ao nível do terceiro olho passa ao nível do que vocês chamam o sétimo chacra ou a coroa. E, naquele momento, a energia do Espírito Santo pode descer ao canal mediano, que os orientais chamam a shushumna. E, naquele momento, quando a energia feminina desceu até o sacro e até o pé, e até abaixo dos pés (uma vez que a conexão é estabelecida com a Fonte Terra, nas profundezas, no núcleo da Terra, no cristal da Terra, em Agartha), o Kundalini pode subir sem qualquer perigo. Há o exemplo, aqui, de alguém que viveu em vidas passadas um despertar do Kundalini e que volta, hoje, com buracos em sua coluna vertebral, e que sofre de suas costas, hoje, devido aos seus despertares do Kundalini que aconteceram nos tempos antigos, mas que não foram feitos de maneira conforme à vontade do Pai, à vontade da Unidade, e que provoca estragos importantes ao nível vertebral. Isso deve ser evitado hoje, imperativamente. Mas a finalidade, eu repito, meus caros amigos, não é nem o kundalini, nem a Shakti. A finalidade é o Pai, a Fonte, a Unidade, o Sol, a Luz autêntica e a fraternidade. Dito em outros termos, aquele que estaria na fraternidade não tem mais necessidade de falar do kundalini ou da shakti ou de outra coisa. Ele já está nessa energia há muito tempo. 

5) SÍMBOLOS - As pessoas, por pura ignorância, costumam associar alguns nomes ou símbolos a obras do mal, magias, etc. Exemplo: o símbolo do Pentagrama, da Suástica. Neste caso ambos são negativos quando usados invertidos: a suástica girando contra o relógio e o pentagrama, que simboliza em pé, o homem perfeito, salvo, liberto, que venceu a cruz ou melhor: crucificou o ego; já de ponta cabeça é outra história. É o mesmo que dizer que uma faca só serve para ferir e não para cortar pão. TUDO DEPENDE DO USO QUE SE FAÇA. Seja de um símbolo ou de um instrumento (faca, TV, celular, net ou de uma personalidade!!!). E aqui já adentramos ao uso final da personalidade que maturou durante eras, via humanidade e raças diversas o seu corpo físico, sutil, emocional e mental, para servir de instrumento perfeito do Pai, via sua Mônada em nós. Mas a personalidade está tão degradada, confusa, suja, que requer em primeiro lugar uma purificação elementar... e o resto vão encontrar no link abaixo:

O QUE É INICIAÇÃO, ILUMINAÇÃO E LIBERTAÇÃO?

Complementar a este artigo, recomendo lerem  a obra do link abaixo, de 30 páginas, mas algumas páginas contem apenas algumas linhas, da qual copiei a frase abaixo para sua reflexão, pois não existe ascensão no sentido máximo sem iluminação (ou transfiguração). Aliás, o que entendo por passar a 5D baseado no artigo de mais de 2 mil páginas, a mim me parece que ou não falamos da mesma 5D ou, tal como suspeitei, cada alma adentrará ao nível correspondente a sua evolução (purificação e transfiguração) dentro da 5D, pois sabemos que os diferentes níveis e dimensão sempre se referem a vibrações e cada alma é, automaticamente, "sugada" (atraída) para seu nível evolutivo: quando mais rápido vibra um corpo, uma alma, mais elevada... mais evoluída... mais perfeita... mais perto da FONTE, DO PAI!

http://www.pentagrama.org.br/wp-content/uploads/2016/09/iniciacao_iluminacao_libertacao.pdf

<<< Assim como é preciso dispor de dois olhos para captar visualmente a terceira dimensão espacial, do mesmo modo é necessário dispor do terceiro olho para captar essa quarta – na realidade quinta – dimensão. Esse terceiro olho abre‑se precisamente com a iluminação!
E “seu rosto resplandecia como o sol” – descreve Mateus em seu evangelho, ao falar da iluminação de Jesus.>>>

E a próxima citação vem de outro link, de um livro que baixei em PDF e do qual retirei só uma das citações referente ao termo ascensão, da pág. 115-116:

http://www.pentagrama.org.br/livros/gnosis-original-egipcia-tomo-4.pdf

<<< A palavra nadir significa, como o sabeis, o ponto mais baixo. A passagem por um nadir no curso dos ciclos astronômicos não deve jamais ser compreendida, em realidade, como um tipo de queda no sentido de obscurecimento. Com efeito, no nadir, no padrão dos períodos astronômicos, a qualidade deve ser obtida, o grande objetivo que o Logos estabeleceu deve ser alcançado, o plano de Deus para com o mundo e a humanidade deve ser realizado.

Portanto, o que é a essência de um curso rumo ao nadir? Qual é o objetivo da experiência nas trevas? O descobrimento da luz durante tal odisseia, a vitória do mal com auxilio da luz auto-adquirida, e o restabelecimento do estado original. Todos os mistérios surgem daí; quando o homem os sonda, a linha de seu desenvolvimento se dirige novamente para cima, volta outra vez a sua origem. Porém, com que enorme diferença! O homem sai como um ignorante e volta como um conhecedor; ele sai como um filho perdido; agora ele é o filho reencontrado que retorna à casa do Pai.

Por isso, desenvolve-se em todo o universo, através de todos esses períodos astronômicos, uma manifestação de salvação da mônada, a fim de conferir consciência, purificação e abundância de experiências à humanidade mediante uma via descendente que passe pelo nadir; por um período do Velho Testamento cheio de ameaça, dor e catástrofes até um retorno em Cristo e uma ascensão no Novo Testamento. Caso possais entender isso, compreendereis então o objetivo dos rosa-cruzes* clássicos que, como o sabeis, afirmavam:

"Inflamado pelo Espírito de Deus:
submergido em Jesus. o Senhor;
e renascidos pelo fogo do Espírito Santo".

Compreendei esse desenvolvimento da seguinte forma: a mônada é criada por Deus; o Nous ou a irradiação nuclear, posta em desenvolvimento; a personalidade quádrupla, é realizada como imagem da idéia e então animada mediante a mônada.
Vede, pois, todo o homem sétuplo é inflamado pelo espírito de Deus. Esse é o início da poderosa manifestação divina em e por Intermédio de sua criatura. Quando a criatura se tornou perfeita, a imagem deve receber valores. reunir experiências, tornar-se totalmente auto-realizadora pela plenitude de experiências na grande escola de Deus. Daí, o curso de desenvolvimento através dos períodos astronômicos, por sete rondas, por sete corpos celestes. através de sete períodos mundiais.

Os rosa-cruzes indicavam todo esse processo como:
 "O submergir em Jesus, o Senhor". 
Essa é a via crucis das rosas, do início ao fim, apresentada a nós como uma história acontecida em alguns anos, em inúmeros mitos e lendas.
Então, a isso, segue-se a ressurreição, o grande restabelecimento, carregado com o tesouro da perfeição: o renascimento eterno do, mediante e no Espírito Santo. Nisso tudo, em todo esse curso de desenvolvimento, a morte é uma ficção, o mal é incidental. Resta somente a única vida absoluta.>>>

PARTE I

Agora vamos, finalmente (:-) aos trechos que copiei de um extenso material em PDF - ainda lembram? De mais de 2 mil páginas?

Escolhi o trecho abaixo como o melhor resumo (resumo!):

MELHOR RESUMO

PG 449
Questão: o que é mais importante para ir para essa 5ª Dimensão?
Soltar, ou seja, mestria e amor.
Fora isso, nada mais há.
As palavras são apenas palavras.
As concepções são apenas concepções.
A subida vibratória da consciência apenas pode ocorrer quando não houver mais palavras, quando não houver mais interrogações.
O único modo para que não haja mais interrogação é voltar-se para a sua Divindade interior, para o seu coração.
As energias do momento atual, aquelas que vocês vivem nesse momento, estão aí. Resta-lhes apenas uma coisa: acolhê-las, integrá-las e deixá-las trabalhar no interior de si.
Não é mais tempo de fazer rituais, tal como eu disse na minha vida, eu repito.
O período é diferente.
Eu não renego, absolutamente, o que eu disse, que é oriundo da linha de Melquizedeque, que remonta à noite dos tempos.
Mas há períodos que são profundamente diferentes.
Hoje, o Divino está aí, ele bate à porta.
É CRISTO que bate à porta e vocês não podem acolhê-Lo enquanto houver palavras, enquanto houver interrogações, enquanto houver questionamentos.
A única coisa que pode existir é acolher, soltar, mestria e abrir-se ao amor.
Fora isso, nada mais há.

O TEXTO MAIS COMPLETO

E escolhi o texto a seguir, como sendo o mais completo, mas não total!

Ele aborda alguns detalhes fundamentais para ainda podermos nos preparar, mas, se eu fosse você iria ler tudo que postei, pois, neste caso, garanto que é melhor saber a mais do que a menos e será melhor descartar no final algo do que faltar algo, porque os tempos não estão para se perder tempo!
Para facilitar criei alguns subtítulos que postei com [ ].

PG 393 – do doc em PDF - veja link no final deste texto

Então, vamos entrar, agora, certamente, na parte a mais importante porque, aí, vamos entrar nas transformações e nas modificações importantes que acompanham a passagem de um organismo de terceira dimensão a um organismo de quinta dimensão, passando por uma purificação do que se chamam os mundos emocionais.
Então, é preciso, efetivamente, compreender que essas transformações não se fazem de um dia para o outro, é preciso, efetivamente, compreender que essas transformações, também, não podem ser concluídas, totalmente, no corpo de terceira que vocês têm hoje.

É preciso, efetivamente, compreender que essa transformação vai estender-se em vários ciclos de vida para durar um tempo dificilmente apreciável com seu tempo de terceira dimensão porque, obviamente, vocês vão passar a um espaço/tempo que nada mais tem a ver com o espaço/tempo habitual, tal como vocês o têm vivido e experimentado há cinquenta mil anos.

Então, há certo número de transformações que estão em curso há agora, eu diria, muito exatamente, vinte e três anos, desde o mês de agosto de 1984, quando seu Sistema Solar,  começou a entrar sob a influência do que é chamado o Sol Central da Galáxia.
A transformação foi iniciada nesse período do mês de agosto de 1984 e amplificou-se, progressivamente e à medida dos anos, completou-se segundo ciclos e movimentos completamente sincrônicos ao nível de organismos vivos, mas, também, do planeta.

Então, essas transformações foram, primeiro, processos puramente, eu diria, energéticos, que têm por vocação, durante esse período que se estendeu durante mais de vinte e três anos agora, para permitir ao ser humano, ao nível de seu corpo físico, de seus casulos de Luz, poder penetrar na quinta dimensão em estado de ajuste máximo, ou seja, sem sofrer ou sem ter inadequação entre os mundos ligados à quinta dimensão e os veículos ligados à terceira dimensão.

[Processos antigos & novos]

É preciso, efetivamente, compreender que, nos anos 84 a 90, esse processo de transformação era extremamente lento, porque as estruturas de terceira estavam profundamente enquistadas, eu diria, na matéria, e não deixavam entrar a energia transformadora de maneira fluida, como é o caso para os anos que acabam de escoar-se, nos quais inúmeros seres humanos são capazes de fazer esse trabalho de maneira extremamente rápida.

Então, é preciso, efetivamente, compreender que esses movimentos de transformação são, primeiro, iniciados por uma energia específica, essa energia específica manifesta-se apenas a cada cinquenta e dois mil anos e nos sistemas solares de terceira dimensão.

É a influência do sistema central da galáxia, do Sol Central da galáxia, que é uma irradiação extremamente específica, que é de cor azul, que pode ser chamada, se quiserem, o Espírito Santo ou, também, a energia Micaélica, energia, em todo caso, cuja virtude é a de reverter os movimentos de energia, ou seja, transformar todas as polaridades que estavam voltadas para o interior ao exterior e do exterior para o interior.

É uma revolução, uma reversão total de funcionamentos da consciência, que acompanha a passagem da terceira à quinta dimensão.
É sob o impulso dessa irradiação específica que as coisas tornam-se possíveis, é uma diferença essencial a compreender porque, quando vocês olham os escritos de Mestres de diferentes tradições, quando eles quiseram aceder ao Si Superior, eles foram obrigados a fazer um trabalho, durante várias vidas, de purificação, de preparação, de limpeza do ego, de limpeza dos chacras para permitir ao despertar do Kundalini vir fazê-los realizar a própria transcendência.
Isso são os caminhos que existiam no antigo tempo, antes que a energia do Sol Central fosse retransmitida sobre este planeta e sobre o conjunto desse Sistema Solar, aliás.

Então, desde 1984, as coisas são profundamente diferentes.

Vocês compreenderam que o caminho da ascensão era um caminho puramente individual, anteriormente, que era reservado aos iniciados que acediam a certo grau de purificação do ego, através de um lento trabalho de maturação, progressivamente e à medida de vidas, que permitia pacificar a personalidade, o ego e aceder à dimensão do coração, através de um movimento que pode ser qualificado de ascendente.
A grande diferença essencial é que a cada cinquenta e dois mil anos, a energia do Sol Central é uma energia que se impacta em vocês, em todo sistema vivo, a partir do topo da cabeça.

Essa energia, que se pode chamar Espírito Santo, por comodidade, virá, primeiro, de processos energéticos, ela vai ativar o que se chamam chacras, mas, contrariamente ao antigo tempo, em que havia purificação do terceiro chacra antes de aceder ao coração e antes de purificar todos os chacras que vão permitir deixar subir o Kundalini, hoje, esse processo é diferente.

O que quer dizer que lhes basta não ser purificados ao nível do ego, mas estar em situação de abertura, ou seja, de recepção da energia do Espírito Santo, de deixá-la efusionar-se no interior de vocês e de fazer o trabalho de purificação necessária.
Então, retenham que, antes de 1984, era um movimento de ascensão que partia dos chacras inferiores, enquanto, hoje, esse movimento faz-se a partir dos chacras superiores, graças a essa energia específica que vai descer, progressivamente e à medida dos anos, dos meses, para alguns e vai purificar, progressivamente, os diferentes chacras pela penetração da energia desse Espírito Santo até o nível do canal mediano, ao nível da Shushumna, ou seja, ao nível da parte inferior da coluna vertebral.

Então, uma vez que essa energia tenha purificado todos os chacras superiores, ela irá encontrar a energia Kundalini que está no interior do sacrum.
Então, naquele momento, as duas energias vão fusionar e subir, ambas, ao longo do canal mediano, a Shushumna, para fazê-los tornar-se um ser realizado.
Progressivamente e à medida que essa energia – que compreende, portanto, a energia shaktica, que havia descido – mais a energia do Kundalini vai subir, vai produzir-se um processo específico de emergência de novas funções.

E eu dizia, ontem, que inúmeros atributos do corpo físico de terceira dimensão não eram funcionais, vocês se lembram, eu tomei o exemplo do timo.
Então, quando o Kundalini e a Shakti sobem juntos, é preciso, efetivamente, compreender que não é mais um fogo devorador, porque não há mais necessidade de queimar os grãos dos chacras, eles foram queimados pela descida da Shakti.

Essas duas energias vão subir e, progressivamente e à medida que elas sobem, elas vão permitir passar do sistema de sete chacras para um sistema de doze chacras e, do mesmo modo, de um sistema de sete corpos ou casulos de Luz para doze casulos de Luz.
Então, são novas virtudes que vão ativar-se no ser humano.

O que é importante compreender é que hoje, no ano em que vocês estão, 2007, ano extremamente importante, o processo de transformação toca ao seu fim, ao nível do planeta, ao nível de organismos vivos.

[Os doze corpos: cinco novos e sete antigos]

O que quer dizer «tocar ao seu fim»?
Isso quer dizer que seres humanos constituíram os corpos de Luz, os doze corpos: os cinco novos, os sete antigos.
Os cinco novos estão prontos para viver os processos da ascensão à quinta dimensão.
Outros seres humanos viveram essa recepção da energia do Sol Central da galáxia, constituíram um corpo de Luz novo, mas não poderão ascensionar com o corpo, e deverão passar pela porta da morte para renascer na quinta dimensão, diretamente, e não mais na terceira dimensão.
Restará, também, o problema daqueles que recusaram, de maneira consciente ou inconsciente – porque era o caminho de alma deles – ativar os casulos de Luz novos e que renascerão em um mundo de terceira dimensão, para recomeçar um novo ciclo.

Mas nós nos interessamos, obviamente, ao que acontece para os seres que receberam esse Espírito Santo e que aceitaram constituir o corpo de Luz.
Então, não vou voltar às etapas de constituição dos cinco novos corpos, vocês verão isso com o cabeça de caboche [o canal Jean-Luc], que conhece isso muito bem, há muito numerosos anos.

Em contrapartida, o que é importante compreender é que, nessas fases finais que vocês vão viver muito em breve, é extremamente importante, para aqueles que não puderam despertar esses novos corpos durante o antigo tempo – o antigo tempo, para mim, que é situado no período intermediário entre 1984 e 2002 – e que, hoje, colocam-se questões, lembrem-se de que Jesus dizia que «os últimos serão os primeiros», ou seja, aqueles que se abrem, hoje, não terão necessidade de fazer esse caminho de purificação extremamente longo, aqueles que se abrem estarão diretamente prontos para aceder a essa dimensão.

Então, é preciso, efetivamente, compreender, eu diria, as engrenagens que permitem a essa nova dimensão instalar-se, livremente, no corpo; disso, eu falei em muito numerosas reprises.

[Obstáculos a ação do Espírito Santo: medo e ego]

Os únicos obstáculos inerentes à penetração da energia do Espírito Santo é, obviamente, o medo, mas, uma vez que o primeiro medo seja vencido, destaca-se, obviamente, a segunda armadilha, a armadilha é o ego.
Assim que a energia do Espírito Santo chega ao chacra coronal, há manifestações extremamente importantes que se chamam, no Oriente, os Siddhi, ou seja, os poderes da alma: a capacidade para ver, a capacidade para
sentir.
A maior parte dos seres vai encontrar-se bloqueada nessa etapa, porque o ego não se preparou para isso.

Eles não leram, não se interessaram pela oração, pela meditação e não são capazes de compreender que essas energias que chegam não devem ser deixadas na cabeça, elas devem descer ao mais profundo, elas devem fazer um trabalho de purificação que pode ser, eu repito, ainda uma vez, desde 2002 e, sobretudo, agora, completamente instantâneo, na condição de que o ego deixe passar essa energia e não desvie as energias para servir-se dos poderes.
Buda dizia, à época: «quando você encontra os Siddhi, os poderes, salve-se, rapidamente», porque há um perigo enorme nesse nível.

Ora, infelizmente, São João dizia, no apocalipse, «haverá muitos chamados e poucos escolhidos», porque muitos chamados são marcados na fronte e sentem as energias ao nível do terceiro olho, mas o sentir, mesmo a correção do sentir não é a prova da realização espiritual.
A realização espiritual sobrevém apenas quando há abandono de todas as resistências e de todas as vontades do ego, para deixar as energias irem encontrar, casar-se com o Kundalini para subir.
Quando a energia sobe, naquele momento, os obstáculos são extremamente limitados.

[A armadilha do medo e dos poderes / chamados de siddhis] 

As duas armadilhas as mais importantes são o medo dessa nova energia e, sobretudo, a apropriação pelo ego dessa energia espiritual em proveito de dons de vidências, por exemplo, que seria puramente catastrófica, porque isso desviaria a alma e o espírito do caminho da ascensão.

Isso é um preâmbulo que explica que, frequentemente, eu insisti sobre a noção de resistência, a noção de soltar e a noção de não querer, em relação à energia espiritual que desce nos seres humanos que estão prontos.

Então, aqueles que não estão prontos para acolher esse Espírito Santo pelo sétimo chacra vão acolhê-lo no plexo solar, no qual essas energias virão despertar e impactar o ego, mesmo o mais espiritual, e a pequena personalidade, com todos os jogos de poder e de violência e de guerra que vocês veem, atualmente.
Aqueles que são despertados espiritualmente, mas que bloqueiam as energias ao nível do terceiro olho, vão encontrar-se como que grandes gurus, porque, com potencialidades extremamente fortes, mas que não correspondem, absolutamente, ao processo de iniciação da quinta dimensão, mas um desvio, eu diria, do processo do ego.

Portanto: medo e, em seguida, ego.
É preciso, efetivamente, compreender que o mais importante não é explicar os mecanismos sutis de engrenagens de energias quando da descida delas, é muito, demasiado tarde agora, isso era bom há... Agora, é preciso compreender que, quando a energia ativa-se, é preciso deixá-la penetrar, não pará-la ao nível do coração, tampouco, deixá-la ir encontrar as energias do Kundalini para preparar o processo de ascensão.

O processo de ascensão necessita da implementação dos cinco novos corpos espirituais, com pontos de ancoragens específicos ao nível dos novos chacras. [E o desaparecimento do corpo astral]

O que é importante compreender é que essas transformações não se difundem mais, agora, a partir do corpo etéreo, elas concernem, também, aos corpos físicos, obviamente, mas, também, ao corpo astral e ao corpo mental; essas são, certamente, as modificações as mais importantes.

O processo ascensional ligado à energia do Espírito Santo tem por vocação, se se a deixa penetrar, fazer desaparecer a personalidade inferior, e vocês vão encontrar-se com um funcionamento que vai parecer-lhes, no mínimo, bizarro, ou seja, ao nível emoção, vocês vão encontrar-se em processos de distanciamento em relação às suas próprias emoções.
As emoções não estão mais presentes.

Então, isso não é incômodo, por não mais sentir a tristeza, por não mais sentir o medo, mas, também, o prazer, porque o prazer é uma emoção que é diferente da alegria interior.
Então, tudo o que fazia, antes, suas motivações – a busca de satisfações, de prazeres que eram ou prazeres do conhecimento, prazeres da sexualidade, os próprios prazeres da espiritualidade – terá, completamente, desaparecido, porque o corpo astral viverá uma sublimação e, diretamente, um desaparecimento. [Nota HS: Isso dizem todas as fontes autênticas].
É a grande novidade da ascensão à quinta dimensão.

Vocês não podem ascensionar com um corpo astral, o corpo astral é um corpo que não é necessário na evolução, é um corpo que foi iniciado pelo grande mestre Orionis, regente planetário, no momento da criação de Atlântida.
[Nota HS: dá para associar Atlântida à Água, Corpo Astral, Dilúvio!!]

Então, é preciso, efetivamente, compreender que o processo de ascensão não será possível para aqueles que mantiverem resquícios do corpo astral, corpo astral que contém o conjunto de codificações vibratórias de suas emoções, mas, também, de suas doenças, que correspondem à terceira dimensão, a oposição entre a sombra e a Luz.

Então, é preciso, efetivamente, compreender que o acesso a essa quinta dimensão far-se-á através de um desaparecimento do corpo astral, um desaparecimento do ego, mas, em contrapartida, enquanto vocês estão, ainda, na terceira dimensão, isso pode ser, para alguns, processos um pouco penosos, nos quais vocês têm, talvez, a impressão de não mais estarem vivos, entre aspas, de sentir-se como destacados de tudo o que fazia, antes, seus polos de interesses na vida.

Não é preciso, absolutamente, inquietar-se com isso.
Lembrem-se de que, mesmo nessa fase, deixar fazer a energia do Espírito Santo, a energia do Sol Central, essa é a primeira transformação importante ao nível energético, é o desaparecimento do corpo astral.
O corpo mental, também, vai tomar um aspecto, uma forma, uma conformação que nada mais tem a ver com um corpo mental de terceira dimensão.

O corpo mental de terceira dimensão era limitado à parte superior do corpo, o corpo mental vai, como dizer..., incorporar o conjunto do corpo físico, ou seja, o conjunto das totalidades de suas células, desde a cabeça até os dedos dos pés serão penetrados por essa energia mental diferente da energia mental de terceira dimensão, a tal ponto que ela foi chamada Supramental, por exemplo.

A energia que os orientais chamam a energia da Città [Nota de HS: cittá parece uma palavra em italiano e se pronuncia Chitá;  Chita é o nome do corpo mental material da tradição indiana], porque ela vibra em uma frequência que está além da frequência da Luz de terceira dimensão.
A estrutura do corpo mental vai ancorar-se através dessa nova vibração do mental, que é ligada à nova Luz autêntica, a uma Luz que é diferente, na qual a velocidade da Luz será mínima e a estrutura de Luz, também, é diferente.

Então, o corpo mental, que era limitado na parte superior do corpo de terceira dimensão, vai substituir, de algum modo, o ovo astral que vocês conhecem de terceira dimensão e vai investir a totalidade do corpo físico, em especial com pontos de ancoragens extremamente fortes, que estão situados atrás dos joelhos, onde há chacras menores, mas, também, não sob os pés, mas no exterior dos tornozelos e no interior dos tornozelos.

São os novos pontos de cristalização do ovo mental – e não do ovo astral – do corpo de quinta dimensão.
Paralelamente a isso, os novos corpos põem-se no trabalho e permitem o aparecimento de funções espirituais superiores.

Então, quais são essas funções espirituais superiores?

Elas são ligadas a novas potencialidades que são, elas mesmas, ligadas à instauração da estrutura do novo corpo mental e do novo corpo causal.

É ligado, antes de tudo, à possibilidade de religar-se telepaticamente a outras consciências encarnadas e funcionar não mais, unicamente, através da linguagem, mas vibratoriamente, diretamente, de espírito a espírito.
Essa é uma potencialidade extremamente importante.

Há uma segunda função espiritual, que é a possibilidade de fazer fusionar todas as energias inferiores ao nível do coração, como se as energias do primeiro, segundo e terceiro chacras fossem transmutadas ao nível do chacra do coração, o que lhes permite sentir o amor incondicional, como foi chamado, mas o amor autêntico é a palavra a mais exata.

A terceira potencialidade que se atualiza, progressivamente e à medida que vocês deixam entrar a energia divina, a capacidade para irradiar o divino, a capacidade para estar não no prazer, mas na alegria interior, capacidade para irradiar essa energia Luz a partir de um ponto que está situado acima do coração.

E depois, restam três potencialidades novas, ligadas a essa cristalização do corpo mental, que vão permitir-lhes ativar a memória akáshica, a possibilidade de conhecer, eu diria, de maneira figurada, os segredos do universo.

Depois, resta a possibilidade, mas isso está se ativando unicamente este ano, do que se chama o verbo criador, a potência vibratória conferida à pronúncia das palavras e não unicamente nas línguas sagradas, mas a vibração do espírito, também, não unicamente a língua, mas, também, o pensamento criador, no verdadeiro sentido do termo, de criar, de maneira instantânea, sua realidade, que é o apanágio dos mundos de quinta dimensão.
Na quinta dimensão não há necessidade de servir-se de ferramentas para criar uma casa, basta pensar na casa para que ela se crie, realmente, com tijolos de Luz, mas ela se cria, realmente.

E a última função, enfim, é a capacidade de fazer desaparecer sua dissociação em masculino/feminino, a possibilidade de reunificar suas duas polaridades, o que é extremamente importante para a quinta dimensão.
Quando eu falo de duas polaridades, eu não falo da sombra e da Luz, eu falo do masculino e do feminino que, enfim, reunificam-se.

[As ascensões]

No que concerne a esse processo de ascensão, não é preciso vê-lo como um fenômeno único, no qual vocês vão ascensionar com o seu corpo físico e todos os seus corpos/casulos de Luz.

Houve, primeiro, uma ascensão etérea, é aquela de que eu falei em relação à ativação da Shakti e do Kundalini juntos.
Esta já ocorreu para a maior parte de vocês, já, há numerosos anos.
A ascensão astral está terminando, para a maior parte de vocês, ou seja, a capacidade para não mais sentir as emoções.
A ascensão mental está cristalizando-se, o que explica as dores na parte inferior das costas, as dores dos joelhos ou dos pés que alguns podem sentir.
Resta, obviamente, a ascensão da matéria, essa é a última fase.

Mas todos os seus corpos são, para a maior parte, despertados, prontos para ascensionar com o corpo físico.

A ascensão do corpo físico necessita de uma transformação alquímica muito mais importante.
Ao nível dos constituintes de todas as células de seu corpo, a primeira das transformações é uma mutação que vai concernir ao átomo de carbono que deve ser substituído por um átomo de silício, com ejeção de certo número de elétrons.
Em seguida, há uma transformação do DNA, que deve duplicar-se seis vezes, de maneira a dar um DNA com doze fitas, é muito importante, porque a modificação de carbono em silício vai acompanhar uma modificação extremamente importante da vibração celular que passa à quinta dimensão, o que quer dizer que vocês terão um corpo de quinta dimensão que será um corpo físico penetrado pela vibração mental, ou seja, um corpo que
será transparente, entretanto, com certa corporeidade.

Então, inúmeros órgãos vão perder sua eminência, eu já desvendei um pouquinho disso, ontem, ou seja, por exemplo, a esfera sexual não poderá mais existir, a esfera de procriação tampouco, uma vez que a sexualidade e a procriação serão totalmente diferentes.
A esfera abdominal, digestiva deve, progressivamente e à medida de suas encarnações, totalmente, desaparecer, porque a nutrição far-se-á a partir da Luz, diretamente.
Obviamente, a boca, também, vai transformar-se, vocês não terão mais necessidade da linguagem vibratória da palavra, vocês passarão pela telepatia, então, a utilidade dos dentes e da boca será totalmente diferente.

A força que vocês chamam gravitacional, nas esferas dimensionais de quinta, ligadas aos planetas e aos sóis que ali se encontram, faz com que seus corpos sejam transparentes e muito maiores do que o que vocês observam hoje.
A conformação do sistema nervoso, também, será profundamente diferente, com o aparecimento de zonas suplementares ao nível do cérebro.
Obviamente, o sistema respiratório será conservado, o coração será conservado, certo número de novos corações instaurar-se-á, eu também falei disso.
Vocês deverão possuir, para a ascensão física, um timo perfeitamente ativo, que os preservará de toda possibilidade de doença, que não existirá mais na quinta dimensão.

A dimensão física, a ascensão física acompanhar-se-á, também, de modificações extremamente importantes são nível de estruturas de todos os órgãos dos sentidos: o olho não será mais com a mesma conformação.
Sua pele tampouco, não terá mais a mesma cor: vocês passarão a vibrações que se chama a raça azul, que prefigura algo que se instalará, progressivamente e à medida de encarnações, porque isso não pode transformar-se totalmente em uma dimensão, em uma vida, em um instante.

Mas a ascensão física deverá ocorrer para conservar, obviamente, o apoio vibratório de novas formas de vida, ou seja, o DNA, DNA que será profundamente transformado e os átomos constituintes serão, também, profundamente diferentes.

A vibração de seus corpos será totalmente nova, se se toma o exemplo em relação a algumas civilizações que, por exemplo, desenvolveram um corpo de quinta dimensão, que pode aparecer tão denso como o seu, porque eles não conhecem a emoção, eles são sem emoção, desprovidos de emoção em sua linhagem evolutiva.
Em contrapartida, vocês têm experimentado a emoção, a emoção é tudo o que vocês têm vivido há cinquenta mil anos, que lhes permite, também, cristalizar muito mais a Luz, pela certeza de Luz.

Paradoxalmente, o fato de ter passado certo número de milênios a experimentar a sombra e a Luz, reforçou, para aqueles que estão prontos, a Luz e, portanto, uma faculdade, no absoluto, de desembaraçar-se do peso da matéria, através da transcendência direta do corpo mental, o que não é o caso dos casulos de Luz daqueles que não passaram pela fase emocional como, por exemplo, algumas raças do Intraterra ou, ainda, os povos de Vega da Lira.

Então, é importante compreender que sua estrutura será uma estrutura de dimensão quinta, mas que lembrará vibrações muito mais altas como, por exemplo, a décima oitava dimensão, que são ligadas aos seres de Sírius.

[Evitar mexer com a personalidade inferior]

Vocês não terão o mesmo processo evolutivo que aqueles que foram desprovidos de corpo astral.
Então, inúmeras modificações estão sobrevindo, é preciso acompanhá-las de maneira simples, ou seja, tentando, o menos possível, fazer intervir sua personalidade inferior, porque ela está se desagregando, desaparecendo, pouco a pouco.
São as coisas as mais importantes a reter, mas não é preciso embaraçar-se, [ocupar-se] precisamente, com essas transformações que eu acabo de falar, porque a Luz é inteligente.

A partir do momento em que vocês se obrigam a buscar a Luz, a não resistir, a não ter medo, a não deixar o ego manifestar-se, bem, as coisas desenrolar-se-ão, verdadeiramente, sem atravancar, essa é a maior das lições.

Não se esqueçam, também, de que aqueles que se abrem, hoje, estão mais aptos, na condição de não ter medo e de não captar as energias com o ego, de aceder, ainda mais rapidamente, que alguns de vocês, a essa dimensão quinta, com uma ascensão etérea, uma dissolução astral e uma ascensão mental muito mais rápida do que era possível há ainda alguns anos, porque as energias do Espírito Santo, eu diria, se se quer fazer uma escala em porcentagem, são, hoje, a noventa e cinco por cento chegadas.

O processo de ascensão planetária ocorreu ao nível etéreo em parte, ao nível astral, ao nível mental.
Falta apenas, para a Terra, o nível físico e causal, que sobrevirá muito proximamente.

[Limpeza de Memórias & Ego]

Então, tudo isso, vocês veem ao seu redor, as fases de despertar da Terra.
Elementos estão ativando-se, de maneira coletiva, ao nível do planeta; basta olhar, tudo isso está sendo levado a efeito com extrema rapidez.
Então, não se deve atrasar em dizer o que vai acontecer, como o carbono vai passar ao silício, como o DNA vai passar de duas fitas para doze fitas, porque para nada serve analisá-lo, isso se faz sozinho, contrariamente ao que alguns puderam pretender e dizer que é preciso limpar as memórias, que é preciso limpar os carmas, que é preciso limpar as células, que é preciso limpar o mental. Tudo isso é perda de tempo ligada ao ego.

[A dica central é Pai, que sua vontade seja feita e não a minha]

É preciso, simplesmente, não entrar na resistência e deixar as energias do Espírito Santo agirem em vocês.
Como dizia Cristo e como eu já disse, em numerosas reprises: «Pai, que sua vontade faça-se, e não a minha».
Deixem trabalhar o Divino em vocês, é a única coisa que é possível fazer hoje, e entrar no que foi chamada, eu creio, a fluidez da unidade, de maneira a tentar viver com o mais de fluidez o que vem, quaisquer que sejam o que vocês chamariam, ainda hoje, de provas, como perder isso ou perder aquilo, porque vocês não sabem o que a vontade divina quer para vocês.
Em todo caso, tudo o que acontece, mesmo se seja contrário à sua vontade pessoal, será necessário acolher com a vontade de deixar fazer a Divindade em vocês; isso é a coisa a mais importante a dizer a todo mundo, para aqueles, em todo caso, que estão prontos a fazer o caminho da ascensão, com ou sem o corpo.

Quanto àqueles que resistem e que escolheram, eu diria, o campo deles, não há mais possibilidade, agora, de dar marcha à ré, as coisas foram estabelecidas de uma vez por todas.
Restam apenas alguns indecisos, que se decidirão no último momento, mas aqueles que fizeram a escolha do ego fizeram-na, irremediavelmente.
As escolhas foram inscritas nos livros de vida, não há possibilidade de marcha à ré para essas pessoas que escolheram o ego.
[Nota de HS: entendo aqui, que em níveis de alma, cada um já tomou sua decisão há tempos atrás, quando isso foi exigido de um grupo de almas].

Restará, simplesmente, uma escolha para aqueles que estão na indecisão, não ligada ao ego, mas ao medo, quanto à realidade da verdade da quinta dimensão e de transformações finais que chegam sobre o planeta e sobre suas almas e sobre seus corpos.
Aí está o que é preciso reter disso.
Então, eu disse muitas coisas, mas, agora, se vocês têm questões, bem, eu os escuto.

Questão: hoje, parece possível descer as energias do Espírito Santo sob o coração, o que era para evitar antes, por quê?

Simplesmente porque, hoje, a etapa da ascensão é possível.
O que era uma heresia há um ano e meio tornou-se, hoje, possível, pela elevação do planeta e a elevação do Espírito Santo.
Essas energias do Espírito Santo sempre foram destinadas a descer mais baixo do que o sacrum, para ativar o Kundalini, mas, aí, o que eu disse que descia não era a energia do Espírito Santo, eu disse, efetivamente, que era a energia do corpo mental; isso nada tem a ver, vocês confundem dois tipos de energias.
Eu não disse que a energia do Espírito Santo devia descer até os pés, eu disse que é a energia do corpo mental que devia cristalizar-se atrás dos joelhos e nos tornozelos, não é a mesma energia.

Questão: em que a energia mental e a energia do Espírito Santo são diferentes?

A energia mental, quando é irradiada pela energia do Espírito Santo, ela começa a revelar o que se chama o supramental, essa energia supramental vibra de modo muito mais forte do que a energia mental.
O casulo mental não podia descer muito mais baixo, hoje, a energia supramental, ou seja, o mental iluminado pelo Espírito Santo, é capaz de descer para enraizar-se no mais profundo dos tornozelos, em todo o corpo, a energia mental transformada pelo Espírito Santo.
Quanto à energia do Espírito Santo, ela não desce mais baixo do que o sacrum.
São duas energias diferentes.
A energia do Espírito Santo vem e é retransmitida pela vigésima quarta dimensão, a energia supramental pertence à quarta dimensão despertada, isso nada tem a ver.

Questão: é desejável acompanhar o desenvolvimento do timo e, se sim, como?

Absolutamente, não.
Eu disse que o mais importante era deixar fazer.
A partir do momento em que vocês querem trabalhar nesses últimos níveis de energia de integração, através de técnicas energéticas ou outras, vocês arriscam distorcer o trabalho.
Lembrem-se de que as últimas etapas – constituição de DNA a doze fitas, constituição de três corações, efusão de três corações – são um processo absolutamente natural.
A única coisa que vocês têm a fazer, permanentemente, é deixar fazer a vontade da Luz.

Questão: podem-se acompanhar essas transformações adotando um estilo de vida específico?

Obviamente, é um estilo de vida que vai manifestar-se a vocês, progressivamente e à medida que o poder da Luz for maior.
Não é uma decisão a tomar, unilateralmente, mas vocês serão confrontados a escolhas vibratórias, vocês não poderão mais suportar, por exemplo, o álcool, vocês não poderão mais suportar alguns tipos de alimentos, mas não é uma diligência deliberada, ela se fará naturalmente.

Questão: entidades sem corpo físico manifestam-se, portanto, em que o DNA é tão fundamental?

Ele é tão fundamental porque seu corpo de quinta dimensão é um corpo de matéria sublimada, mas é um corpo de matéria.
Há entidades que estão na quinta que, jamais, passaram pela encarnação, nem pela dimensão corpo físico, nem corpo astral.
Tudo é possível.
Mas sua linhagem evolutiva passa pela sublimação da matéria.

Questão: essas regras aplicam-se a todos, mesmo aqueles que estão encarnados, mas não de origem terrestre?

É um caso específico.
Para cada ser humano é diferente.
Questão: assim que se tenha desencarnado, reencontram-se as características da própria origem?
Ainda uma vez, é profundamente diferente, de acordo com cada entidade.

Questão: as transformações da evolução vão fazer-se no espaço de quanto tempo?

Elas já ocorreram, para a maior parte dos seres que está no caminho, há muito tempo agora.
Vocês compreenderam, é algo que pode produzir-se quase instantaneamente.
Eu fiz, efetivamente, a diferença entre 1984 e 2002, e 2002 e agora.
Antes, era um processo extremamente lento, agora, quanto mais isso vai, mais é um processo que pode ser quase instantâneo.

Questão: poderia falar-nos da ascensão causal?

A ascensão causal corresponde à reversão do corpo causal.
Hoje, o corpo causal é chamado o corpo imortal, o corpo sem costura, ele é ligado ao chacra da garganta.
Hoje, o corpo causal é voltado – desde a descida na encarnação, ou seja, bem antes do período de cinquenta mil anos – para a matéria.
Era a experimentação da queda.
Com o processo de acesso à quinta dimensão, o corpo causal reverte-se, ele não está mais voltado para a queda, ele está voltado para o retorno à Divindade.
Esse retorno à Divindade não é, unicamente, um processo de ascensão, é, também, um processo vibratório que visa transformá-los em seres vibratórios cada vez maiores, cada vez mais irradiantes, que acompanharão sua passagem, progressivamente e à medida de éons que passarão e ciclos de encarnação (entre aspas, encarnação) para sua dimensão final.
É um processo no qual o corpo causal está, ainda, voltado para a encarnação.
O dia em que ele se volta para a Luz não há mais razão para estar encarnado em terceira dimensão.

Questão: para esse acesso à quinta dimensão, quais são os acompanhamentos os mais eficazes?

Soltar, ensinar ao outro a soltar.
Todos os meios são bons.
Não há precaução.
Com qual direito vocês proibiriam alguém de viver algo?
Não há noção de estar pronto ou não pronto, eu disse que isso podia fazer-se instantaneamente.
O mais importante, ainda uma vez, como eu disse e repito, não é compreender como isso funciona, o importante é deixar trabalhar a Luz em si, encontrar o amor, soltar, o abandono à vontade divina, e é tudo.

Questão: o que é das meditações no coração, preconizadas por alguns ensinamentos?

Desenvolver uma energia ao nível do coração é perfeitamente louvável.
Louvável, mas no antigo tempo.
Nos antigos ensinamentos, focalizando-se ao nível do coração, você busca pacificar o ego, abrir o coração para viver o amor, mas isso não permite viver a quinta dimensão, isso permite viver o amor incondicional na terceira dimensão, o que era o caminho dos Mestres há extremamente muito tempo.
A abertura do coração não permite purificar os chacras abaixo, é uma transmutação de um nível, a transmutação para a quinta dimensão tem múltiplos níveis. 
Então, a energia no coração, está ótimo, mas é preciso, sobretudo, deixar penetrar a energia divina pelo topo do crânio, para deixá-la fazer o caminho, reencontrar o kundalini e voltar a subir.
Isso não perturbará a energia do coração, bem ao contrário.
O que eu quero dizer com isso é que a energia do coração é um esquema que corresponde a um funcionamento de terceira dimensão.
Isso não bastará para viver a ascensão.
O que eu dizia é que a energia divina penetra pelos chacras.

A partir do momento em que se polariza a meditação sobre o sétimo chacra e que se diz «Pai, que sua vontade seja feita e não a minha», vocês vão deixar infusionar a energia do Espírito Santo em vocês, ela vai entrar muito, muito rapidamente no coração, mas não se deve parar no coração, é preciso deixá-la descer ao nível do sacrum.
Depois, poder-se-á fazê-la subir ao coração, fazê-la subir ao alto, reestabilizá-la no coração, mas isso é outra etapa.
Mas isso deveria ser tanto mais fácil se o coração está aberto, mas não se deve bloquear a consciência, unicamente, no coração, mesmo se o objetivo seja o amor, concordamos nisso.

Mas é preciso, efetivamente, diferenciar o objetivo na terceira dimensão do objetivo da quinta dimensão.
Aí, há muitos seres humanos que estão no caminho espiritual, que creem que, porque eles abriram o coração, vão encontrar a iluminação e a transcendência.
Isso era válido no antigo tempo, porque era um caminho ascensional do ego ao coração. Hoje, não é a mesma coisa. 
Eu disse, efetivamente, na preliminar, que a energia estava invertida: 
- a energia espiritual deve descer ao coração, a Shakti deve descer, perfurar os chacras, ir até o Kundalini e voltar a subir juntos.
Mas não, unicamente, pôr todas as energias do coração, porque, aí, vocês vão sentir o amor incondicional, mas bloqueado na terceira dimensão, mas não no acesso à multidimensionalidade.
Nos caminhos antigos, isso era verdadeiro, era preciso purificar o ego para aceder ao coração.
Hoje, é-lhes solicitado receber essa energia que vai, ela mesma, purificar os chacras.
É um trabalho de focalização de consciência: ao invés de focalizar aqui (ndr: OMA mostra o coração), focaliza-se no sexto e sétimo chacras e, quando a energia ativa-se, deixa-se descer, simplesmente.
Não se esqueçam de que a ascensão, no antigo tempo, era a passagem do ego ao coração, é um processo individual.
Ora, aí, vocês estão em face de um processo coletivo, cósmico, planetário e galáctico, não é, de modo algum, a mesma coisa.

Questão: qual é a diferença entre o Espírito Santo e a energia Micaélica?

Nenhuma, há uma adequação total entre a Shakti, o Espírito Santo, a energia Mariana e a energia Micaélica.
É a energia de cor azul, que vem do Sol Central da galáxia de Sírius.

Questão: como se faz com que ela tenha sido dissociada nessas três expressões?

Não há apenas três descrições, há múltiplas delas, ela pode, também, ser chamada a Shekinah, na cabala.
Eu tomei isso porque Espírito Santo é a pomba que desce, o pentecostes, se preferem.
Lembrem-se de que, no antigo tempo, a crucificação, a ressurreição, a ascensão e, depois, pentecostes.
Hoje, não é o mesmo caminho, é primeiro pentecostes, antes da ascensão.

Questão: portanto, o sucesso dessa ascensão é ligado à capacidade de abandonar-se?

Completamente.
É a maior frase: «Pai, que sua vontade seja feita e não a minha».
Porque, se você está abandonada, completamente, não pode mais ali haver medo, exceto abandonar-se, ainda mais, os medos desaparecerão.

Questão: como se situam, nesse contexto, os trabalhos nas memórias?

É muito simples, todo trabalho, hoje, com as energias do Espírito Santo que estão presentes, que quereriam trabalhar em memórias, é um trabalho que contraria o advento da ascensão.
A ascensão é algo, lembrem-se, que deve libera-los de seu corpo astral, o que é o caso para a maior parte.
As memórias são ligadas ao corpo astral, ou seja, através desses processos de liberação dita memorial, vocês vão atrair, novamente, vocês vão impedir a dissolução do corpo astral, porque vão despertar memórias.
Vocês não as eliminam, vocês as despertam.
Isso não se elimina, as memórias, não há qualquer modo, tal como vocês são constituídos, de desembaraçar-se de uma memória.

O único modo é fazer desaparecer o corpo astral, em sua totalidade, e vocês constatarão que a maior parte das pessoas que trabalha nessas memórias são grandes emotivos.
Eles têm a impressão de controlar as próprias emoções através disso, mas o problema não é controlar a emoção, não é lugar contra, é transmutá-la pela energia do Espírito Santo.
Ora, vocês não podem transmutá-la portando sua consciência acima, é como se eu lhes dissesse, no antigo tempo, que se vai aceder ao coração meditando no ego, é exatamente a mesma heresia.
Vocês podem passar milhares de anos a meditar no ego, restarão, sempre, manchas escuras.
Do mesmo modo, nesse processo dito de liberação memorial, isso faz apenas reativar o emocional, o corpo astral.
Vocês densificam o corpo astral, impedem-no de desaparecer, mesmo se haja desaparecimento de algumas perturbações, elas serão substituídas por outras, então, vocês têm a impressão de progredir, porque tal perturbação ou tal outra perturbação desapareceu, mas ela é substituída por outras.
Isso é uma história sem fim.

Questão: é o mesmo para os acompanhamentos verbais?

Não, porque se o verbo é levado a efeito, não é obrigatório agir ao nível da emoção, ele pode agir ao nível do mental e, justamente, permitir abrir o mental a outra realidade, na condição de que o mental não esteja voltado para a emoção.
[Nota de HS: não sei a que se refere! Talvez a invocações ou afirmações?]

Questão: poderia falar-nos da fusão dos três corações?

É uma bem grande palavra, a «fusão dos três corações».
Eu lhes expliquei que há coração físico, coração espiritual, coração divino.
Se preferem: coração físico, timo e átomo espiritual ou átomo embrião.

A fusão dos três corações é a penetração do Espírito na alma e a penetração da alma no corpo, ou seja, a reunificação de três níveis que havia não desaparecido, mas que estava dissociado pelo processo de encarnação ligado ao corpo causal.

Ora, como vocês passam a outro modo de encarnação, no qual o corpo astral desaparece, vocês tomam consciência da tripla unidade que é a sua, ou seja, a reunificação do corpo, do coração e do Espírito. Aí está o que se chama a fusão dos três corações: coração físico ligado à estrutura física, coração, digamos, tímico (timo, que é ligado ao corpo mental, ligado à alma, se preferem), e coração espiritual, que é ligado ao Espírito.
O Espírito penetra a alma, a alma penetra o corpo e os três entram em ressonância, porque não há mais a barreira do emocional.

Questão: a que corresponde a duplicação das fitas de DNA?

Isso significa, simplesmente, que, ao invés de haver dois pares de cromossomos, vocês têm seis deles, isso quer dizer que as potencialidades de vida serão profundamente restauradas.
Você é um ser que, antes de descer na encarnação, através da terceira dimensão, possuía, de maneira vibratória, esse DNA.
Esse DNA vibratório é sua herança ao nível de doze fitas, você vai reencontrá-la. É difícil a explicar, porque a célula vai funcionar, eu diria, de maneira profundamente diferente em modos de quinta dimensão nos quais a sombra não existe mais.
Então, eu não vejo o que eu poderia explicar mais.
Vocês vão passar de um sistema com certo número de ligações no DNA, que era baseado em um sistema de codificação em quatro bases, vocês vão passar para um sistema de trinta e duas bases.
Mas eu não posso entrar nos detalhes disso, é extremamente árduo.
Cada base vai, novamente, por sua vez, dividir-se em quatro bases.

Questão: e quanto à regulação dos hormônios?

Evidentemente, a hipófise existirá, mas alguns hormônios, que não são reconhecidos hoje, vão modificar a própria secreção.
Novos hormônios, também, vão aparecer, mas que são hormônios, lembrem-se, não em bases carbonadas, mas na base silício, muito mais vibrantes e muito mais ativos em domínios totalmente diferentes que o que vocês têm experimentado.
Os hormônios sexuais não terão mais razão de ser.
Hormônios mais ligados à consciência farão sua aparição.
Os hormônios ligados ao que vocês chamam o simpático não existirão mais, tampouco.
Então, eu lhes aporto toda a minha bênção.
Boa coragem, bom caminho, e eu lhes digo até muito em breve.

<<<<< fim dessa mensagem >>>>>

FONTE DO MATERIAL

Bem, agora, se eu fosse vocês, eu iria querer saber a fonte destas informações!


Aivanhov - Imagem da Internet




A fonte quanto ao link do documento em PDF segue acima, e a fonte quanto a quem forneceu o material de mais de 2 mil páginas, que no caso foi Aivanhov, segue abaixo o que ele fala de si ao ser perguntado a respeito.
Para quem achar algo herético ou absurdo, lembrem-se do que Jesus disse:
- Vós sois deuses... (João 10: 34-38)
- Vós fareis o que faço e mais... (veja João 14: 12-13)

PG 72
Questão: podemos dizer que Melquisedeque é Orionis?
Nós podemos afirmá-lo, até mesmo, alto e forte.
Ele é o grande Mestre inconteste, que governa todos os karmas do planeta e do Sistema Solar. Ele é o Regente planetário.
***
Questão: há uma ligação entre Cristo e Melquisedeque?
Cristo é o Espírito Solar.
É o maior neófito que o planeta teve.
Orionis/Melquisedeque vinha de bem mais alto nos planos Vibratórios, mas o destino preciso deste planeta e deste Sistema Solar está ligado à energia Crística, que é a energia Solar por excelência, ao passo que a energia de Orionis e de Melquisedeque é uma energia extrassolar e extraplanetária, que está em relação com níveis vibratórios que são muito mais elevados.
Mas, entretanto, Cristo é o Filho do Sol, Cristo é portador da energia mais próxima daquela que vocês devem adquirir na nova Dimensão.
Mas, no entanto, sendo seres tornando-se o Amor da 5a. Dimensão, vocês têm, agora, acesso a informações que jamais foram dadas neste planeta.
Vocês estão prontos para receber uma série de iniciações e uma série de informações, de transformações inerentes a essa passagem na 5a. Dimensão.
***
Questão: e você mesmo, como você se situa?
O Melquisedeque, o grande comandante do Lipika Kármico, que comanda o karma planetário e solar deste Sistema Solar, vem da 18a. Dimensão.
Há, acima de Orionis, a ordem Siríaca da 24a. Dimensão.
Há, ainda, acima, as civilizações ditas triangulares, que evoluem da 27a. à 31a. Dimensão.
Além disso, é inconcebível, mesmo para nós.
Quanto a mim, tendo deixado este planeta há apenas 30 anos, eu me situo bem além da 5a. Dimensão.
Eu intervenho a partir da 11a. Dimensão.
Por intermédio deste canal, eu desço vibratoriamente.
Nós temos um ponto de contato na 7a. e, por vezes, na 9a. Dimensão.

Onde eu me situo?
Eu posso, como Cristo, dizer que, a cada instante, eu estou ao lado de vocês.
Vindo da 7a., ou mesmo da 9a. Dimensão, chegando da 11a. e descendo até a 7a., ou mesmo até a 5a., eu posso ir, livremente, entre a 5a., a 7a. e a 9a. Dimensões.
A 5a. é a mais próxima da 3a., para os planos da Luz; a 4a. é um plano intermediário, frequentado por entidades não frequentáveis.
Entretanto, eu posso ter acesso, por movimentos vibratórios de vai e vem, até a 11a. Dimensão.

Quanto a Orionis, que vem da 18a. Dimensão, ele não pode descer até a 5a. Dimensão.
Isso é excepcional.
Assim, os seres como Orionis, que vêm da 18a. Dimensão, estando presentes em seu veículo de 18a. Dimensão, podem descer até a 11a. Dimensão, atualmente.
Assim, a 11a. Dimensão torna-se o ponto de contato entre o meu Mestre e eu.
Esses vai e vem dimensionais correspondem a espaços de contrações e de dilatações extremamente importantes.
Há, também, seres que evoluem na 5a. Dimensão há muitíssimo tempo, mas que possuem, ainda, um veículo de 3a. Dimensão, o que não é mais o meu caso.
Eu estou consciente, a partir da 5a. até a 11a. Dimensão, mas eu conheço a existência de planos até a 27a. Dimensão.
***
Questão: poderia definir o que é uma Dimensão?
Bem, nós podemos dizer que uma Dimensão é uma medida.
Uma medida de comprimento, de largura, de espaço, mas também uma medida de tempo.
E quanto maior essa medida, mais essa medida é extensiva, mais essa medida apresenta características específicas da Luz e da propagação da Luz, mais essa Dimensão é de natureza elevada, integrando, em si, características de Dimensões ditas inferiores.
Quanto mais essas Dimensões são ditas superiores, mais elas correspondem a uma extensão de Dimensões, mas, também, a uma extensão e a uma propagação da Luz em modos diferentes.

Assim, há Dimensões extremamente reduzidas e Dimensões cada vez mais inclusivas e integrativas.
As Dimensões correspondem a dimensões de consciência, também.
Assim, uma Dimensão pode ser definida como um campo de experimentação da consciência e como um grau de dilatação e de abertura/fechamento da consciência.
Há veículos que podem estar presentes em algumas Dimensões e não em outras Dimensões. E assim por diante, é o que se pode dizer, com as palavras da cabeça na sua 3a. Dimensão, do que é uma Dimensão.

Mas é, antes de tudo, um processo ligado à expansão, à dilatação da consciência.

Corpos da 3D a 5D - de matéria sublimada!

PARTE II


E agora seguem todas as demais perguntas que localizei ao longo do longo texto em PDF, de mais de 2 mil páginas sobre o tema da Quinta Dimensão, em que cada pergunta proporcionou a chance de Aivanhov aprofundar ou detalhar a respeito do tema, tornando-o quase que palpável a nossa mente e, assim, ajudando muitos na hora H de realizar sua passagem para a 5D e sua pesagem... com ou sem corpo!
E, sim, a todos uma feliz pesagem e assim uma feliz passagem!

MAIS DETALHES SOBRE A PESAGEM E A PASSAGEM PARA A 5D

PG 372
Questão: «subir» para a 5a. Dimensão faz referência a uma nova esfera?
Parece-me que eu já respondi.
É a Terra que é transmitida da 3a. Dimensão para a 5a. Dimensão.
É como se, a um dado momento, ela estivesse aí e, em outro momento, ela não está mais aí.
Para a consciência é igual: quando um ser humano morre, o que é que acontece?
O mundo não desaparece, é ele que desaparece para o mundo.
É o mesmo processo que vai acontecer na 5a. Dimensão, exceto que, aí, será coletivo.
De repente, há pessoas que se comunicam, que estão aí, há uma delas que passa, eu diria, para a 5a.
Dimensão, e a outra que permanece na 3a. Dimensão, há uma que subiu e a outra que permaneceu.
Aí está como isso vai acontecer, e é o mesmo processo que no momento da morte.
No momento da morte, vocês deixam este corpo, exceto que, aí, vocês vão levar o corpo consigo, para
aqueles que irão subir com o corpo, o que não é uma generalidade.
Isso vai depender, cada caso será diferente.

O que podemos dizer com isso é que, quando eu falo de subir, trata-se realmente de uma sensação de
ascensão.
A ascensão não é uma palavra em vão, a transmutação da 3a. Dimensão para a 5a. Dimensão é um processo
de subida vibratória, isso corresponde à subida da Kundalini, correspondendo também, realmente, a um
aumento e a uma revelação dos diferentes corpos que os constituem.
Portanto, é realmente uma subida, isso não é uma visão da mente.
Como está escrito, aliás, no Apocalipse de São João: «os chamados e os eleitos serão chamados, um a um»,
eles irão subir com o seu corpo em processos que foram descritos, eu creio, por Steiner, no início do último
século. O processo de ascensão faz parte da ciência cristológica de Steiner.

***
PG 374
Questão: como saber se poderemos suportar as energias da quinta dimensão?
E isso quer dizer?
Nenhum ser humano pode saber se vai suportar ou não as energias que aumentam, a oitava vibratória é
diferente.
Agora, para o acesso à quinta dimensão, a outra vida, a outro corpo, a outra Terra, apenas será possível saber
no momento em que isso se apresentar, realmente, a vocês.
Na fase preparatória, vocês fazem apenas integrar, submeter-se, preparar.

Questão: qual é a importância da aceitação?
A aceitação e o soltar, como queiram, mas o que eu prefiro como palavra é, mais, soltar, ou seja, deixar fazer.
Deixar fazer a energia de quinta, que é uma energia que vem a vocês.
Ela demanda apenas uma coisa: é um acolhimento sem resistência.
Então, as resistências são numerosas, elas são ligadas, qualquer que seja seu grau de evolução, de cada um,
aos apegos que vocês tomaram nesse mundo, quaisquer que sejam.
Há alguns apegos que são mais luminosos do que outros, mas eles são, entretanto, apegos, por exemplo,
apegos a figuras espirituais, apegos que eu não critico, porque são da sombra, obviamente, mas que devem
ser, eles também, superados, ou seja, a adoração, o amor portado, mesmo ao Senhor desse mundo, ou seja, a
Cristo, portado, mesmo, ao Senhor dos Universos, ou seja, a Orionis não deve cair no apego.
Ora, o problema do ser humano na terceira dimensão é que tudo o que ele ama, tudo o que ele venera
transforma-se em apego.

Então, a energia de quinta demanda uma coisa: é não desviar a face, é compreender que se é apegado e viver,
enfim, o desapego.
O que não quer dizer que vocês perderão seus apegos.
Vocês perderão uma forma de apego e encontrarão uma fusão, que é completamente diferente, com Cristo,
com Maria, com Orionis, com outros.
Não é, de modo algum. O apego ligado à terceira dimensão.
Então, as experiências que foram vividas por alguns, por outros, por mais luminosas que sejam, é preciso,
também, deixá-las pelo que elas são.

O que fez uma abertura para a quinta dimensão ou para a Luz. Se preferem, mas que foi puxado de volta à terceira, isso, também. É uma forma de apego.
Então, é preciso ser totalmente livre, como dizia Krishnamurti, para passar ao outro lado.
Não é preciso mais ter qualquer modelo, qualquer marcador, qualquer referencial, se não é estar, si mesmo,
desembaraçado de tudo o que fez o que se é: as crenças, a educação, os pais, os filhos, tudo.
Vocês devem estar totalmente nus, sem isso, não poderão aceder à quinta dimensão.
Jesus disse, no entanto, ele mesmo: «ninguém pode penetrar o Reino dos Céus se não volta a tornar-se como
uma criança», ou seja, desembaraçado de todos os condicionamentos, desembaraçado de todos os apegos,
quaisquer que sejam, por mais luminosos quanto sejam.

E obrigado a vocês e boa evolução para essa quinta, para essa Luz autêntica que se aproxima a grandes
passos, e estejam certos de que vocês não estão, jamais, sós, e que não são, jamais, abandonados, e que,
sobretudo, nada arriscam.
O que é que arrisca acontecer-lhes?
Na pior das hipóteses, morrer, e se vocês morrem, estão na Luz.
Na pior das hipóteses, continuar e, se continuam, abandonando tudo o que faz seus apegos, bem, vocês
estarão, também, na Luz.
Apenas que, se vocês resistem, se estão apegados ao seu passado, às suas experiências, às suas casas, aos
seus bens, quaisquer que sejam, vocês não poderão aceder à quinta dimensão.
Então, isso necessita de soltar, isso é extremamente importante.
Então, eu lhes digo até breve, eu lhes aporto a minha bênção e até a próxima vez.

PG 381
Questão: no caminho para essa Ascensão, como fica o caminho em casal?
Então, é verdade que inúmeros canais ou médiuns disseram, de ensinamentos de Mestres de Luz, que era
importante encontrar a alma irmã, a chama gêmea.
É importante para alguns, mas, mesmo a dois, se você não se voltar para a sua própria mestria, a sua, no
interior de si mesmo, de nada serve ser dois.
O fenômeno de Ascensão é um fenômeno de Ascensão coletivo, mas que se refere a cada alma,
individualmente, independentemente de encontros que possam ocorrer para alguns.
Então, o fato de serem dois não é uma vantagem em relação à Ascensão, é uma vantagem em relação aos
eventos vividos no nível dos Elementos que se desencadeiam sobre o planeta, efetivamente, mas não no nível
do fenômeno ascensional propriamente dito.

Questão: o ensinamento do sopro sagrado favorece as transmutações que vivemos?
Então, eu já disse, em várias ocasiões, eu repito, eu havia dito isso no ano passado, no mês de outubro, e,
agora, bem antes: é importante compreender que nenhuma técnica irá permitir a vocês aceder a essa
Dimensão que vocês esperam, se vocês não se desprenderem em relação aos seus apegos.
Se vocês se apegarem a pessoas, a técnicas, vocês não irão aceder à quinta Dimensão.
Não existe hoje, eu digo, efetivamente hoje, qualquer técnica que permita aceder à quinta Dimensão.
A única técnica é o desprendimento, é o abandono dos medos, há apenas isso: busquem o Reino dos Céus, e
o resto ser-lhes-á dado de acréscimo.

É preciso abandonar-se à vontade da Luz, é tudo o que lhes é solicitado, nada mais.
Não é porque você vai jejuar, não é porque você vai praticar alguns exercícios de reiki, de respiração, de
oração, que você será mais capaz de aceder à quinta Dimensão.
O acesso à quinta Dimensão é um processo que, creiam na minha palavra, está absolutamente ligado à
ausência de medo e ao desprendimento, são as duas palavras-chave.
Nada mais há.

Questão: as mandalas de pedra, os cristais podem ajudar?
São métodos de purificação preliminares, mas se você sentir medo de não estar em seus cristais no momento
em que isso ocorrer, você não irá ascensionar.
Qualquer preparação, seja ela qual for, é apenas uma preparação.
No momento do grande salto, cabe soltar.
Do mesmo modo, vocês podem imaginar isso como a morte, ou seja, há seres que chegam às portas da morte
e que não querem morrer, que se prendem à vida, eles morrem de um modo específico, eles morrem, de
qualquer modo, mas é diferente morrer na recusa do que morrer aceitando a Luz, são duas coisas diferentes.
Então, vocês podem se preparar tanto quanto quiserem com cristais, com a água, com a respiração, com o
reiki, com o magnetismo, com o que quiserem, mas a verdadeira liberação apenas irá ocorrer se, no momento
em que isso chegar, vocês estiverem prontos para soltar e para entrar na sua mestria.
O mínimo medo irá impedi-los de aceder a isso.

Questão: quando se trabalha no desprendimento, é normal que haja mais manifestações da sombra?
Esse pode ser o seu caminho pessoal, mas não é uma obrigação.
Não é anormal nem normal.
Eu creio que cada caso é específico, nesse nível.
Obviamente que tudo, na humanidade, é feito para impedi-los de encontrar a Luz no nível coletivo.
Muitas coisas foram mantidas secretas, de maneira voluntária, muitas coisas escaparam-lhes, impediram-nos
de aceder à sua mestria, desde sempre.

O caminho para a mestria, antes do período que vivemos atualmente, nós também, do outro lado, era algo de
extremamente árduo, extremamente difícil, porque era preciso fazer um verdadeiro caminho de cruz, passar
por etapas iniciáticas.
Hoje, vocês têm essa Graça excepcional de ter a Luz que vem a vocês.
Então, efetivamente, vocês podem ter manifestações da sombra.
Mas eu creio, sinceramente, que é uma questão pessoal.
Não creiam que as forças da sombra vão se deixar abater assim no nível coletivo, há lutas acontecendo a cada minuto.

PG 407 – 409
Questão: Florence pergunta o que você pensa de uma embarcação de Luz que estacionaria em torno
da Terra com o Comandante Ashtar, Sananda e Saint Germain?
Primeiro: não há embarcação que estacione no espaço.
Não há qualquer razão para estar no espaço, quando elas podem estar no Intraterra.
Isso, para a primeira coisa.
Então, há muitas embarcações, de diferentes origens, que se têm prontas a intervir, mas ter-se pronta a intervir
não quer dizer fazer uma viagem intergaláctica, não é?
Isso quer dizer, simplesmente, devido aos respectivos planetas de origem, passar pelas portas
multidimensionais, diretamente, do mundo delas ao seu mundo, no momento oportuno.
Então, não há qualquer razão para ter um antropomorfismo que lhes diga «elas estão aí, ao redor do planeta, a
rodar, a esperar o bom momento».
Para nada serve imaginar que elas estão aí.
Elas vêm quando quiserem, de maneira instantânea, pelas portas dimensionais.

Então, agora, é o que Jesus, Jesus Cristo, Sananda...?
Eu disse que pouco importa quem está nas embarcações.
Então, querer reagrupá-los e pelo Comando Ashtar, comandante da frota intergaláctica, acoplada com
Intraterrestres, Extraterrestres e Saint Germain, e esses e aqueles...
Isso não tem qualquer espécie de importância, antropomorfizar o que não tem razão de ser.
Então, é verdade que é muito mais bonito ver três pessoas chegarem ao mesmo tempo, muito mais agradável.

Questão: são eles que vão nos ajudar a ascensionar?
Absolutamente não.
O papel deles é o de recolher aqueles que já tiverem ascensionado.
Haverá seres que estacionarão no Intraterra; haverá seres que estacionarão nas embarcações.
Haverá seres que estacionarão em alguns lugares precisos do planeta.
Muitas coisas são possíveis nesse nível.
Isso será função de papéis precisos que são e serão atribuídos, isso depende.

Questão: seres da quinta dimensão podem ajudar um terapeuta?
Há uma única condição, cara amiga: o ser humano deve servir de médium entre as ferramentas de terceira
dimensão e a energia de quinta dimensão.
Ora, não basta dizer «eu chamo a quinta» para que a quinta esteja aí.
Não basta fazer oração ou invocação para que a quinta esteja aí.
Então, há técnicas que permitem criar como, por exemplo, os vórtices ligados aos cristais, uma comunicação
entre a terceira e a quinta.
Mas, para recorrer à quinta, necessita de ter, já, ativado o corpo de Luz.

Ativar o corpo de Luz necessita de ter recebido o Espírito Santo, necessita de ter subido o Kundalini,
necessita de ter reativado os cinco novos corpos, necessita de ter reunificado tudo isso no corpo de cristal, e
isso se traduz por certo número de sintomas precisos como os siddhis, os poderes da alma, como os
zumbidos nos ouvidos, que correspondem à ativação da alma e do Espírito.
Não pode haver acesso aos mundos espirituais sem ter ativado tudo isso, sem ter uma livre circulação entre os
diferentes canais que vocês têm visto, eu creio, nesse lugar que vocês estão.
É importante compreender que é preciso diferenciar a experiência que permite contatar isso da instalação
definitiva das energias.

Então, independentemente de manifestações energéticas extremamente precisas que se manifestam nessas
condições há, sobretudo, modificações de vida que sobrevêm, dentre as quais, vai-se observar certo número
de modificações essenciais das quais alguns de vocês falaram: desinteresse emocional das coisas da vida,
atração para a divindade, não preocupação pelo que fazia a vida anteriormente.
Há uma transmutação extremamente importante.
Não se pode recorrer, assim, às energias de quinta, porque se decide.

Há, necessariamente, uma transformação profunda, irremediável de circuitos energéticos, de estruturas físicas
e, sobretudo, de comportamentos.
Sem isso, são apenas apelos a egrégoras, ou seja, o que vocês chamam o astral.
Então, aceder à quinta necessita, já, de uma transformação importante da vida.
Os seres que conectam a quinta e que se servem da quinta, de maneira consciente e lúcida, são seres cuja
vida mudou, profundamente, de um dia para o outro.
São seres que modificaram atividades profissionais, afetivas, relacionais, comportamentais, sociais.
O acesso à quinta não é como o acesso à invocação, a uma egrégora.
É uma transformação duradoura da pessoa.

É preciso estar vigilante para não enganar-se.
Não é porque se diz isso que ali se está.
Não é porque se sente isso que ali se está.
Não é porque se acelera isso que ali se está.
É um engajamento total, que induz certo número de modificações duradouras.
E se os sintomas que correspondem a essa transformação não estão presentes, isso quer dizer que, de algum modo, não há real acesso à quinta dimensão.

O acesso aos desencarnados, por exemplo, não é uma prova de um acesso à quinta.
Geralmente, são seres que têm acesso, pela experiência particular que viveram, à abertura de um canal preciso que permite contatar isso.
Do mesmo modo, há pessoas que são médiuns, que fazem a vidência, que veem as coisas para as pessoas.
Não é por isso que eles têm acesso à quinta.
A quinta são os mundos espirituais.
Isso nada tem a ver com o que existe sobre esta Terra há milhares de anos, em que houve médiuns, místicos.
O acesso à quinta confere outra coisa que não todos esses fenômenos.
O acesso à quinta dimensão confere o que se chama a mestria e é outra coisa do que ostentar manifestações ou energias ou vidências ou visões ou sentires ou acessos às vidas passadas e tudo isso.

PG. 432
Questão: por que alguns ascensionarão com o corpo e outros não?
Se o corpo não está, suficientemente, apto para subir à quinta dimensão e a alma está perfeitamente apta, o que acontece? O corpo morre.

PG  441 – 443

Questão: os desencarnados podem aceder à 5ª Dimensão?
Obviamente.
Nesse período transitório que vocês vivem, os desencarnados também têm a escolha, no nível deles, de
permanecer nas esferas astrais ou de aceder às esferas causais, ou seja, aceder à 5ª Dimensão.
A escolha não é limitada a esse lado da encarnação.
Aliás, muitas almas decidem aceder à 5ª Dimensão passando pelas portas da morte.
É também uma ascensão, mas sem o corpo.
***
Questão: por que, quando se eleva a taxa vibratória, o corpo físico pode ficar fragilizado?
Como eu disse, o processo de ascensão vibratória, no nível individual e não coletivo, vai acompanhar-se de
uma série de palpitações no nível do corpo.
Isso pode ir de palpitações a vibrações no terceiro chacra, no chacra coronal, pressões nos ouvidos e o
sentimento de que o corpo não consegue seguir, porque a transmutação não está ligada, unicamente, a um
aumento do seu nível vibratório, o corpo, também, eleva-se em vibração.
Por vezes, ele tem dificuldade, como dizer..., de soltar algumas coisas.
É o que se chama de fenômenos de resistência.
É preciso, efetivamente, compreender que nem sempre é patológico.
Os fenômenos de ascensão e de subida vibratória do corpo físico refletem-se, efetivamente, por períodos de
dores no nível do corpo físico. Isso é perfeitamente normal.

Há casos em que as dores podem ser reveladoras de certo desequilíbrio, mas, nesse momento, dado o nível
vibratório coletivo que vocês têm há vários meses, há fenômenos de tensões no nível do corpo físico que são
normais, eu diria.
Há vários fenômenos que aparecem.
Há impaciências no nível da alma em relação ao que deve advir e que não adveio.

Há, ao mesmo tempo, uma dificuldade para o corpo físico - que viveu tantas e tantas encarnações, para a maior
parte, nessa 3ª Dimensão - para compreender que a 3ª Dimensão deve se apagar e desaparecer.
Então, há resistências inconscientes e, depois, há, também, processos de tensões que estão diretamente
ligados aos processos de subida vibratória do corpo físico e não unicamente dos corpos sutis.
Portanto, não é preciso buscar anomalias, geralmente, é perfeitamente normal.
***
Questão: é verdade que quando a rede de 3ª Dimensão começar a desmoronar, os objetos
sintéticos, nossas infraestruturas, etc., vão se dissolver?
É uma imagem, mas isso corresponde efetivamente à realidade.
Vocês não podem imaginar passar para a 5ª Dimensão (ou seja, viver o processo de ascensão coletiva ou, é a
mesma coisa, se vocês morrerem) partir com o seu porta-moedas.
Vocês chegam ao outro lado com suas crenças, suas percepções, mas partem sem qualquer objeto físico, é
claro.Então, o seu mental pode chegar a construir sucedâneos, imitações de automóvel, de casas, para aqueles que estão presos à matéria.
Mas, para aqueles que têm consciência da ascensão, tudo isso vai desaparecer.
São, tipicamente, fenômenos da 3ª Dimensão.
E eu falo, efetivamente, de fenômenos de ascensão coletiva, eu não falo da ascensão individual.
Aqueles que não ascensionarem, com ou sem o corpo, irão permanecer no mesmo ambiente, é claro.
O desaparecimento da matriz da 3ª Dimensão e de tudo o que foi construído na 3ª Dimensão, não tem
qualquer razão de existir na 5ª Dimensão.
***
Questão: a Jerusalém Celeste que é referida no evangelho de São João corresponde a uma
Dimensão específica?
Sim, é claro.
A Jerusalém Celeste, Yerushalaïm, corresponde a uma embarcação de Luz que vem visitar a Terra no
momento das passagens dimensionais.
Durante a criação da Atlântida, em 50.731 antes de Cristo, no México, em Teotihuacán, a Jerusalém
Celeste, Yerushalaïm, posicionou-se.
Ela veio trazer o nível de consciência da 3ª Dimensão, através dos doze Elohim que estavam presentes na
embarcação e através de um cristal importante, que vinha de Órion, azul, mas, também, de Altaïr.
É complicado.
Se quiserem, há quatro origens precisas de Elohim, que vieram trazer o nível de consciência da 3ª Dimensão.
A Jerusalém Celeste, Yerushalaïm, é uma embarcação de Luz - da qual São João descreveu as portas e a
constituição - que é completamente real, que vem de outras Dimensões, para coroar a conclusão de um ciclo
ou começar outro ciclo, ao mesmo tempo.
É um mecanismo energético, entretanto, muito real.

Os Elohim foram enviados pelo Melquizedeque, o grande ORIONIS, que é o Regente Planetário.
É o Senhor dos Lipikas Cármicos, o Senhor do Karma.
Foi ele que encarregou doze seres de Dimensões muito mais elevadas, vindo em grupos de três, de quatro
origens diferentes.
A primeira é Betelgeuse, que faz parte da constelação de Órion.
A segunda era ligada a Vega da Lyra, a terceira era ligada a Altaïr, e a quarta era ligada aos Orionídeos, ao
próprio ORIONIS, o que chamamos de Alnilam.
Os doze seres vieram sustentar o cristal que permitiu a ativação da 3ª Dimensão.
***
Questão: o que vão se tornar os quatro Elementos?
Os quatro Elementos estão presentes em todas as Dimensões, uma vez que os Elementos que nós
chamamos de Água, Ar, Terra e Fogo têm por origem os Hayoth Ha Kodesh, ou seja, as energias mais
elevadas, mais próximas do Trono do Pai que, por descidas progressivas, criaram essa matéria na qual vocês
estão.
Se quiserem, os Elementos vão continuar a existir em outro nível de manifestação.
Por exemplo, a Terra que vocês conhecem, quando ela ascensionar, não será mais constituída dos mesmos
componentes químicos que vocês conhecem atualmente.
A água vai existir, mas não terá as mesmas propriedades físicas nem a mesma constituição atômica, mas outra constituição, em outro nível vibratório.

O fogo está presente em todas as Dimensões.
A iniciação pelo fogo corresponde a queimar o corpo cármico e aceder à ascensão, como Mestre realizado.
A iniciação pelo fogo não é, unicamente, andar sobre o fogo, é uma iniciação importante, que conduz
precisamente ao fenômeno ascensional.
Os Elementos estão, portanto, presentes por toda a parte, mas eles não têm as mesmas virtudes, os mesmos
componentes, tampouco, as mesmas formas de manifestação e formas de impacto no nível da Dimensão na
qual vocês vivem.
***
Questão: e sobre os quatro reinos?
É eminentemente diferente.
Não há regra absoluta, é como para os humanos.
Há os que irão aceder com o corpo à 5ª Dimensão, outros que irão redobrar na 3ª Dimensão, outros que irão
aceder à 5ª Dimensão sem o corpo.
E depois, no nível dos animais, pois é o mais simples para fazê-los compreender, há, atualmente, algumas
raças de animais que estão em via de individualização da alma e de chegar à autoconsciência de si.
Por exemplo, o cão, o gato, o cavalo, o elefante.

No nível dos cristais, a estrutura dos cristais nada mais tem a ver com o que vocês conhecem na 3ª Dimensão.
Mas, aí, é extremamente complexo.
São matrizes de forma a que vocês chamaram de efeitos ou de ondas de formas.
São modelos geométricos espaciais que não terão mais os átomos, mas, unicamente, a vibração.
É semelhante para os vegetais.
Na 5ª Dimensão pode ou não haver vegetais.
Por exemplo, para a Intraterra, nos povos delfinoides, há uma única espécie de vegetal que corresponde a uma
planta suculenta emborrachada, que se nutre em raízes nutritivas que não são raízes de terra.
Há outros povos não humanoides que estão na 5ª Dimensão e que têm paletas de vegetais extremamente
ricas.
Isso é variável, de acordo com as linhas evolutivas, eu diria.
Há tantos mundos na 5ª Dimensão como há sobre esta Terra, no nível dos diferentes continentes, das
diferentes raças, dos diferentes animais, vegetais e minerais.
  
PAG 447
***
Questão: você poderia então, hoje, apresentar o que é a 5ª Dimensão?
Então, há muitas coisas que foram escritas sobre o advento da 5ª Dimensão.
A vida se desdobra em múltiplos universos.
Vocês estão aqui para encontrar a Luz, para encontrar a realização, para encontrar a sua Divindade interior.
Isso ocorreu há 52.000 anos, através de um trabalho espiritual extremamente preciso, com diferentes vias: as
vias solares, as vias secas, as vias úmidas, as vias ligadas ao ensinamento de Mestres, sejam quais forem.
Mas, hoje, acontecem coisas que acontecem apenas a cada 52.000 anos, ou seja, a Luz Divina, o Espírito
Santo vem a vocês, para transformar.
Não é uma evolução linear.

Vocês estão em uma evolução que se pode qualificar de quântica.
É um salto vibratório, é um salto de consciência que se prepara.
Por que todos os médiuns sobre esse planeta são cada vez mais numerosos?
Obviamente, há seres que são manipulados por forças astrais, eu diria.
Mas é, de qualquer forma, bizarro, vocês não acham?
Que todo mundo empregue as mesmas palavras e em todas as línguas?
Então, depois, a coloração do discurso será em função do tipo de iniciado e do nível vibratório de onde vem a
entidade que se manifesta, mas eu lhes asseguro de que essa 5ª Dimensão está extremamente alastrada hoje.
É um processo de transmutação, que é um fenômeno, se quiserem, de realização coletiva, que sobrevém a
cada 52.000 anos.

Vocês sabem, eu lhes disse, o Mestre Bença Deunov falava disso, ele não chamava isso de «5ª Dimensão»,
encontrem nos textos, ele chamava isso de «Fogo do Éter», o «batismo pelo Fogo», mas é a mesma coisa.
No Apocalipse de São João, quando é feita referência a chamados e escolhidos que serão marcados na fronte
e a modificações, são os mundos ascensionais que são descritos, é a mesma coisa.
Não se deve prender-se à palavra «5ª Dimensão», isso fica, efetivamente, muito esotérico.
Mas como vocês querem chamá-la diferentemente, quando há uma mudança de consciência tal como aquela
que está chegando e que é anunciada há uma eternidade?
***
Questão: você disse que a absorção/dissolução dos órgãos vitais, da digestão, faz parte da evolução?
Perfeitamente.
Será que quando vocês morrem, vocês passam ao outro lado com os seus órgãos digestivos e genitais?
Será que vocês se servem dos seus órgãos genitais, dos seus pulmões?
O raciocínio que vocês adotam é um raciocínio típico da 3ª Dimensão.
A morte, a passagem ao outro lado do véu, como ser realizado ou como ser encarnado, é o mesmo processo
que sobe mais ou menos alto, mas, entretanto, do outro lado, eu lhes garanto que vocês não têm órgãos
genitais, nem órgãos digestivos.
Há coisas que são abandonadas durante a passagem pelas portas da morte.
É o mesmo durante a passagem pelas portas da ascensão.
Eu, simplesmente, atraí sua atenção para os fenômenos sexuais que não têm qualquer importância na 5ª
Dimensão.
***
Questão: na sua vida você dizia que o homem era feito à imagem do Pai e...
Perfeitamente.
***
Questão: ... e que, portanto, os seus órgãos seriam mantidos em outra forma. Não é contraditório?
Absolutamente não.
Então, há para cada órgão do corpo humano um arquétipo que é preliminar à encarnação.
Cada órgão, seja qual for, o baço, os órgãos genitais, os órgãos digestivos, os pulmões, são o reflexo da
precipitação vibratória de um arquétipo situado no nível dos Hayoth Ha Kodesh, que são a constituição
primária, primitiva da vontade e do pensamento do Pai.
Cada órgão tem sua razão de ser neste plano vibratório e nos outros planos vibratórios.
Entretanto, vocês podem compreender que nem todas as funções são as mesmas.
Por exemplo, hoje, na 3ª Dimensão, vocês têm um órgão atrofiado, que denominado timo, que não tem
qualquer papel no adulto.

Na 5ª Dimensão, o timo vai assumir um papel extremamente importante que irá explicar que, na 5ª Dimensão,
não há doença possível, pois há autorrealização de si no nível do timo e no nível do chacra do coração.
Há, por exemplo, hoje, no corpo humano, a glândula que é chamada de Alta-Major, que está situada no nível da
carótida e que é uma glândula iniciática extremamente importante.
Ela está presente em todos os seres humanos encarnados, mas não está ativa, ela apenas é ativada durante a
passagem para a 5ª Dimensão.
É preciso efetivamente compreender que algumas funções, no nível dos seres realizados da 5ª Dimensão, não
estão mais presentes.

Vocês têm, por exemplo, a linguagem, a voz.
Na 5ª Dimensão, vocês não têm mais necessidade da voz e, no entanto, os órgãos da fonação continuam aí,
mas eles não têm as mesmas características nem as mesmas funções.
Todas as funções de um corpo humano ou não humano da 3ª Dimensão possuem, em si, os arquétipos do
Divino, é evidente.
Mas a manifestação é diferente, de acordo com as polaridades da vida.
Vocês confundem, talvez, a descrição que eu fazia em minha vida como perfeita encarnação do Divino e a
descrição que eu lhes fiz agora, extremamente dividida, que corresponde ao que acontece em outras
Dimensões.

Vocês acreditam que seres realizados que passam pelas portas da morte conservam os órgãos genitais com
alguma ereção, por exemplo, para o homem?
É completamente ilusório.
Qual é o interesse da ereção de um órgão genital masculino, do outro lado?
De que isso serve, uma vez que há uma comunicação direta, de coração a coração?
Um modo de fazer o amor, que é uma comunhão direta, de coração a coração, e que não é, em caso algum,
uma comunhão ou comunicação sexual.

Assim como eu dizia que há evoluções na 5ª Dimensão que são profundamente diferentes, o ser humano não
é a única criação do universo.
Há formas não humanas.
Há, por exemplo, na Intraterra, povos de origem delfinoide.
Há povos que vêm de Vega da Lyra, que possuem um corpo físico, mas que nada têm a ver com o corpo
físico humano que vocês conhecem e, no entanto, eles possuem os mesmos arquétipos e funções, similares,
e também funções diferentes, com as mesmas vibrações orgânicas.
Eu não falo, de modo algum, da mesma coisa que vocês.

A perfeição do ser humano, como reflexo do Divino, ilustra-se através da árvore sefirótica.
Agora, aquilo de que falo é algo que é totalmente diferente.
Vocês veem um antropomorfismo quando eu falo de ORIONIS ou de Melquizedeque?
Será que há, fora dessa manifestação na 3ª Dimensão, algum antropomorfismo?
Será que há uma forma humana ou não?
Eu responderia que há uma forma vagamente humana.
A partir da 18ª Dimensão, vocês apresentam um contorno humano, mas não têm mais necessidade de dedos,
não têm mais necessidade de olhos.
Vocês têm necessidade de uma forma de cabeça, mas não há mais os órgãos dos sentidos.

E, se vocês chegarem à 24ª Dimensão, as formas de vida conscientes em si mesmas, individualizadas e não
planetárias, apresentam-se sob a forma de triângulos luminosos.
São coisas que eu lhes digo, aí, agora, mas que eu não podia dizer durante a minha vida.
Na minha linha espiritual, na minha vida, havia regras extremamente específicas.
O silêncio à mesa, por exemplo, era extremamente importante.

Eu considero que, hoje, vocês têm outra coisa a fazer do que permanecer em silêncio para encontrar a Luz.
Então, vocês podem encontrar a Luz, esse é o paradoxo, hoje, a partir do momento em que estiverem de
acordo consigo mesmos e não de acordo com um ensinamento, seja ele qual for, seja o meu, seja aquele de
CRISTO ou aquele de BUDA.
Vocês devem estar de acordo, inteiramente, consigo mesmos.
Se isso tiver que passar pela sexualidade, vai passar pela sexualidade.
Se isso tiver que passar pela doação da sua vida, faça-o, mas faça de acordo consigo mesmo, é isso que é
mais importante.

PG 449
***
Questão: o que é mais importante para ir para essa 5ª Dimensão?
Soltar, ou seja, mestria e amor.
Fora isso, nada mais há.
As palavras são apenas palavras.
As concepções são apenas concepções.
A subida vibratória da consciência apenas pode ocorrer quando não houver mais palavras, quando não houver
mais interrogações.
O único modo para que não haja mais interrogação é voltar-se para a sua Divindade interior, para o seu
coração.
As energias do momento atual, aquelas que vocês vivem nesse momento, estão aí.
Resta-lhes apenas uma coisa: acolhê-las, integrá-las e deixá-las trabalhar no interior de si.
Não é mais tempo de fazer rituais, tal como eu disse na minha vida, eu repito.
O período é diferente.
Eu não renego, absolutamente, o que eu disse, que é oriundo da linha de Melquizedeque, que remonta à noite
dos tempos.
Mas há períodos que são profundamente diferentes.
Hoje, o Divino está aí, ele bate à porta.
É CRISTO que bate à porta e vocês não podem acolhê-Lo enquanto houver palavras, enquanto houver
interrogações, enquanto houver questionamentos.
A única coisa que pode existir é acolher, soltar, mestria e abrir-se ao amor.
Fora isso, nada mais há.
  
PG 449 – 451

Questão: você acompanhou, nesse verão, estagiários em trabalhos sobre os novos canais, as
portas, etc., que foram desestabilizadores na vida de todos os dias.
É sempre desestabilizador, obviamente.
Vocês não podem encontrar o Divino no conforto da sua vida habitual, é uma revolução de tipo Copernicano.
A realização é um abandono total ao que acontece.
Vocês não podem esperar encontrar a Divindade no conforto da sua vida habitual, é uma transformação total da
vida. Estabilizar-se em outro nível supõe soltar, abandonar-se à Luz de CRISTO, é algo que é extremamente
perturbador, não é insignificante.
Olhem, por exemplo, as pessoas que fazem uma experiência que vocês chamam de EQM (Experiência de
Quase Morte). São pessoas que vão encontrar a Luz.
Quando elas voltam, não são mais as mesmas.
Obviamente que é muito desestabilizador.

Quando construíram sua vida, através de um equilíbrio, seja ele qual for, através da sua vida afetiva,
profissional, mental, intelectual e que, de repente, uma série de portas se abre e, de repente, descobre-se uma
realidade diferente, transcendente.
Vocês acreditam que esse será o conforto ainda mais absoluto?
Absolutamente não.
É preciso expulsar algumas coisas para reconstruir outras coisas.
Também gostaria de dizer, em relação a todas essas questões que se exprimem há alguns minutos agora, é
muito importante compreender que as energias que se fusionam nesse momento são energias que vão pô-los
frente a duas escolhas.
As escolhas serão: «será que eu aceito?» ou «será que eu recuso?».

Eu já disse, há quase um ano, que as escolhas foram feitas, mas ter escolhido a Luz não quer dizer que seja
confortável, pois o mundo no qual vocês vivem é um mundo sem Luz.
Se vocês encontrarem a Luz a título individual, ao passo que a totalidade do mundo não a encontrou, se vocês
forem confrontados, através do seu trabalho, através das suas relações, com algo que não é da ordem dessa
Luz transcendente, vocês vão, efetivamente, ficar profundamente desestabilizados.
A Luz, a experiência iniciática, a transformação iniciática não é algo fácil.
Não esperem encontrar um conforto através de uma iniciação.
Perguntem a todos aqueles que reencontraram a Luz se é fácil.
É claro que não.
A única facilidade encontra-se no abandono e no soltar em relação a essa mestria que vem. 
[Nota de HS: que decorre desta entrega à Luz].

Lembrem-se, também, de que esse período, independentemente do que vocês tenham vivido, uns e outros, é
um período, como eu dizia, em que será preciso discernir.
E o discernimento no ser humano sempre provoca o questionamento, a interrogação, e a interrogação faz parte
da resistência.
Pois, se vocês aceitarem totalmente a Luz que está vindo e que está aí, se vocês a deixarem fusionar e
trabalhar em vocês, pouco a pouco, as questões vão se calar, sejam quais forem as dificuldades no corpo ou
na vida. Mas eu não disse que era um período fácil.
Eu falei de um período notável, extraordinário.
Só o modo pelo qual vocês veem as coisas vai fazê-los ver algo de eminentemente catastrófico ou de
eminentemente luminoso.
É o combate da Sombra e da Luz, simplesmente, levado ao extremo, no interior de vocês, mas, também, em
vocês.

Vocês são portadores da Luz a partir do momento em que aceitarem a Luz, mas isso não quer dizer que as
zonas de Sombra vão se apagar diante da Luz, assim.
Isso faz parte do que vocês têm que viver nesse momento.
Evidentemente, todo mundo, todos os seres humanos, mesmo se não tiverem em busca espiritual, vão
colocar-se questões sobre o sentido da própria vida, sobre o sentido dos ensinamentos, sobre o sentido das
relações sociais, sobre o sentido das relações afetivas.
É um período de grande questionamento.
Ora, vocês jamais terão todas as respostas às suas questões.
Vocês jamais poderão resolver.
Apenas a Luz é que poderá resolver no seu lugar.
É por isso que, frequentemente, há mais de um ano agora, nós falamos do desprendimento e do abandono à
Luz.
***
Questão: os combates entre a Sombra e a Luz são uma realidade organizada ou simplesmente uma
projeção dos nossos próprios pensamentos?
Mas a 3ª Dimensão é um mundo de separação, de distanciamento.
Apenas através do jogo da Sombra e da Luz é que vocês podem encontrar a Luz na 3ª Dimensão, que nós
experimentamos há 50.000 anos.
A partir da 5ª Dimensão, não pode haver Sombra, não pode haver doença, mas apenas a Luz, mas não a luz
que vocês conhecem, uma outra Luz.
Essa Luz que vocês conhecem, mesmo a experiência de quem dela se aproxima mais (a experiência de morte
iminente ou o que chamava SRI AUROBINDO, a iluminação do Supramental, que os põe em contato com as
energias que ele chamava de la Città), põe-nos em contato com a Luz espiritual.
Mas, na 3ª Dimensão, é o jogo da Sombra e da Luz que lhes permite extrair a quintessência do que vocês são,
mas é inerente à 3ª Dimensão.
Obviamente, isso foi amplificado pelas formas-pensamento, mas criado pela 3ª Dimensão.
Esse jogo da Sombra e da Luz está presente nos planos físicos, mas, também, nos planos astrais, que
correspondem à 3ª Dimensão, mas não além.
No nível da 5ª Dimensão não há lugar para a Sombra.
***
Questão: ao que corresponde a 4ª Dimensão?
Há dimensões de consciência.
Outras dimensões são intermediárias.
Por exemplo, na 5ª Dimensão, vocês não vão ouvir mais falar de Dimensões até a 9ª Dimensão e, da 9ª até a
11ª Dimensão.
As outras existem, mas são Dimensões de natureza intermediária, nas quais não há vida possível.
A consciência vai tomar, naturalmente, todas as Dimensões, mas a 4ª Dimensão corresponde ao plano
intermediário que é chamado de mental, entre o plano físico e o astral da 3ª Dimensão e o plano denominado
Supramental ou causal.
Então, se quiserem, não vamos mais falar da 4ª Dimensão, pois já ficamos confusos com a 5ª Dimensão, se
falarmos da 4ª ou da 9ª, não vamos mais sair disso, não é?
***

PG. 456
Questão: superfícies terrestres vão desaparecer?
As destruições são apenas o nascimento.
Se vocês veem as destruições como destruições, vocês permanecerão na terceira dimensão.
As destruições não têm importância alguma, uma vez que vocês são imortais.
Então, vocês são obrigados a compreender que tudo o que foi construído segundo os modos de funcionamento da terceira dimensão –
da qual vocês são tão orgulhosos – não terá mais razão de ser, o que vocês chamam tecnologia.
Os circuitos eletrônicos não existirão mais na quinta dimensão.
A vida será natural.
O problema não é o acesso à quinta dimensão, na qual tudo é luminoso.
O problema é a duração do parto, da transição, que é penosa.

PG 460 - 465

Questão: a «decadência» à qual assistimos pode, ainda, ser pior?
Mas vocês estão apenas no início!
A decadência irá acentuando-se.
Quanto mais a Luz e a vibração do que chamamos, todos, agora, a quinta vibração aumentar, mais as zonas de Sombra fazem entrar em resistência.
Lembrem-se de que a inovação e as coisas novas não são coisas que se estabeleçam natural e serenamente.
Há, sempre, forças de oposição ou forças de resistências.
Então, obviamente, a decadência dos mundos é, também, esse combate que vocês têm a abandonar no interior de si.
Há, sempre, mesmo se vocês façam a escolha da Luz e a escolha de fenômenos ditos ascensionais de quinta dimensão, até o último minuto, partes de pressões e de resistências, no interior de cada ser humano encarnado.
Porque, estando encarnados, se vocês estão, ainda, aí, comigo, a trocar, com esse corpo, é que vocês estão, ainda, na terceira dimensão, mesmo se tenham a possibilidade de funcionar na quinta dimensão.
O vai-e-vem entre esses períodos de terceira e de quinta cria as confrontações e essa impressão de degeneração ou de decadência que vocês observam todos os dias.

Questão: qual diferença entre ascensionar à quinta dimensão com ou sem o corpo físico?
Eu diria que a resposta está no próprio enunciado da questão.
Passar à ascensão sem o corpo, isso quer dizer que o corpo de terceira dimensão foi, de maneira deliberada ou forçada, abandonado.
Há acesso à quinta dimensão, a um éter.
Há processo de acesso a um éter, como uma desencarnação, como um processo de morte, mas sem interrupção da consciência, que permanecerá, não mais em uma esfera astral, mas em uma esfera causal, ou seja, ligada à quinta dimensão.
Em contrapartida, a subida vibratória com o corpo necessita de uma preparação importante ao nível do DNA, ao nível eletrônico celular, ao nível de todo o metabolismo celular.
A finalidade, a longo prazo, é a mesma.
Mas, obviamente, subir com o corpo é fazer participar o corpo físico da quinta dimensão.
Subir sem o corpo é não poder fazer ascensionar o corpo.
E morrer para a terceira dimensão sem aceder à quinta dimensão é, também, outra via possível, ou seja, a repetição, se querem, recomeçar um novo ciclo de cinquenta e dois mil anos com os jogos da reencarnação na terceira dimensão.

Questão: qual é a diferença entre espaço astral e espaço causal?
O espaço astral é o que acontece desde sempre, no que vocês conhecem em sua infância, em suas vidas passadas, nesse ciclo de encarnação, exceto para os grandes Mestres que já constituíram o que se chama o corpo causal (eles escapam da reencarnação e acedem, no momento da morte, para além da esfera causal).
Isso era para o antigo tempo. A maior parte dos seres humanos permanecia em uma esfera etérea, que é o período de quarenta dias e, depois, acedia à trama astral, na qual eram confrontados às próprias construções emocionais, aos próprios apegos, na qual deviam purificar alguns traumatismos vividos ao nível emocional e mental durante a precedente vida em encarnação.
Uma vez que esse corpo astral fosse purificado, pacificado, havia vários subplanos no corpo astral e, naquele momento, havia reencarnação.
A diferença, hoje, é que lhes é possível, com ou sem o corpo, aceder, de maneira individual, mas, em breve, coletiva, a essa quinta dimensão, que é o mundo de emanações ditas causais, que é outro plano vibratório.
Então, os casos são em número de três.

Ou você morre quando deve morrer, é claro, na terceira, e não purificou, suficientemente, certo número de corpos, certo número de níveis de consciência e é obrigado a recomeçar um novo ciclo.
É preciso saber que esses ciclos de terceira dimensão, vocês os vivem, já, há mais de cinquenta e dois mil anos, mas alguns já estão em seu segundo, ou mesmo terceiro, ou mesmo quarto ciclo, ou mesmo primeiro.
Não há qualquer julgamento de valor em relação ao fato de recomeçar um ciclo.
É uma escolha pessoal, totalmente livre e, em seguida, as outras escolhas são aquelas que vocês definiram, ou seja, o acesso à quinta dimensão, com a consciência sem o corpo ou com a consciência e o corpo de terceira dimensão que deve, ele também, mudar.
E a confrontação é ligada à interpenetração da dimensão que vocês conhecem e da nova dimensão que entra em encarnação.

PG 461 [...]
Há seres que estão prontos para ascensionar com o corpo.
Há seres que estão prontos pra ascensionar sem o corpo.
Há Mestres espirituais que se ignoram.
Há seres que tiveram muito poucas encarnações e que ainda estão em formas involutivas, por exemplo, os reptilianos, que não terminaram seu processo de afastamento da Luz.
E há outros seres, ainda.
Tudo isso está intimamente misturado, o que explica as forças e as tensões que há, atualmente, que vocês chamam, aqui, para alguns, a decadência.
Tudo isso está misturado em um processo iniciático maior.

Questão: esse período de confrontação de que você fala vai durar quanto tempo?

Então, é preciso compreender que vocês entraram, desde 2005, em sete anos extremamente importantes.
2005, 2006, esse foi o ano das escolhas.
Será que eu faço a escolha de continuar meu caminho na matéria?
Ou seja, não ascensionar?
Ainda uma vez, a alma tinha a escolha total de experimentar, e experimentar ainda, o mundo da encarnação.
São, por exemplo, os seres que vão trabalhar, de maneira extensiva, nos paradigmas da terceira dimensão, mas alhures, contudo, permanecendo na terceira dimensão.
É nova agricultura, novos paradigmas de consciência, mas, sempre, na terceira dimensão, para tentar germinar, de algum modo, uma nova humanidade, menos poluída por raças que estão em fase involutiva, como os reptilianos.

Em 2007 vocês começaram a entrar na confrontação, nas resistências, vocês fizeram as escolhas e, quaisquer que sejam essas escolhas, há resistências.
Ponham-se no lugar daqueles que decidiram permanecer na terceira e que veem essa Luz chegar.
Eles são contra, é claro.
Eles querem continuar a experimentar a nova cultura, a nova geobiologia, a nova medicina.
Eles querem continuar a elaborar esquemas, mas na terceira dimensão, e eles não aceitam, absolutamente, os discursos da Luz, os discursos de alguns canais, os discursos de 2012.
Eles recusam isso com força porque, naturalmente, seu campo de consciência não pode aceirar isso como uma verdade, uma vez que eles estão em outra verdade.
Então, paralelamente a isso, o ano 2007 é um ano de tensões.

2008 é o ano de tensões máximas, nas quais os atritos, as oposições entre as diferentes vias evolutivas vão fazer-se cada vez mais dolorosas para uns e para os outros.
Lembrem-se de que seu irmão, que escolheu a terceira dimensão, ele sofre, também, por ver que a terceira dimensão está evoluindo para seu desaparecimento, em todo caso, nesses mundos, mesmo se ela deva continuar alhures, mas ele gostaria de continuar sobre esta Terra, o que não é possível, é claro.

Então, o ano 2008 é o ano da confrontação maior entre as forças de evolução na quinta dimensão, as forças de evolução para permanecer na terceira dimensão e as forças de involução que querem ir para mais materialidade, mais fossilização, ainda, e que negam toda a potencialidade de evolução, de momento.
São essas três correntes que sempre existiram que, de momento, enfrentam-se, de maneira absoluta e até extremista.
Então, isso foi resumido pelas forças Crísticas, as forças Arimanianas e as forças Luciferianas.
As forças Luciferianas não querem a quinta dimensão.
As forças Ariamanianas querem afundar-se, ainda mais, na segunda dimensão, e as forças Crísticas querem ir á quinta dimensão, com ou sem o corpo.

Questão: tudo o que é ecologia é, de qualquer forma, útil?
Nem útil, nem inútil.
Eu repito, isso vai depender do que vocês decidiram.
Vocês não podem impedir aqueles que querem um mundo melhor na terceira de pensar nisso, é claro.
É o caminho de vida deles.
E essa emergência, hoje, que há para uma nova consciência planetária, ecológica, ao nível saúde, alimentação, é necessária e não criticável.
Em contrapartida, é a vocês que cabe saber, no interior de si mesmos, qual é o combate que vocês querem efetuar, porque vocês não podem efetuar os três combates, ou dois combates.
Eu vejo muito bem o sentido da questão, porque vocês vão dizer «não há contradição entre buscar a ascensão e procurar melhorar a Terra».

E sim, se há uma diferença essencial porque, se vocês se voltam para a melhoria da Terra (o que não quer dizer que seja preciso comer não importa o quê, eu não disse isso), mas se vocês investem sua consciência na emergência de novos paradigmas, na emergência de novos campos de consciência na terceira dimensão, é tempo que vocês não consagram à sua ascensão.
Portanto, são escolhas a fazer porque, obviamente, nos dois últimos anos, a maior parte dos seres humanos pensou que ia poder desenvolver uma melhor Terra e suprimir os pesticidas e a doença.
Suprimir coisas que eram contrárias à Luz, ligadas às evoluções na terceira dimensão.
Mas, hoje, vocês se dão conta de que não podem fazer os dois.

Ou sua consciência está completamente investida nos processos de purificação do planeta, vocês pensam que é preciso comer bio, que é preciso lutar contra o aquecimento climático (que não existe, aliás, vocês entram em uma era glacial, ao nível da terceira dimensão), ou vocês portam sua consciência nas condições de vida da terceira, ou portam-na em sua consciência, independentemente do caminho sobre a Terra.
Qual é sua prioridade?
Ela não pode ser os dois porque, se vocês portam sua prioridade no desenvolvimento da consciência, com ou sem o corpo (é melhor com o corpo, é claro), vocês vão portar seu trabalho na interioridade, no desapego, na evolução da vibração de sua alma sem, contudo, investir sua energia e suas vibrações na melhoria das condições de vida.

Hoje, e nos dias que vêm, nas semanas que vêm, vocês vão aperceber-se de que esses dois combates são dois combates diferentes, que não são opostos, é claro, mas são dois combates diferentes.
E o terceiro combate é o combate de quem se prende às aquisições e que não querem ouvir falar da novidade.
Mas essas tensões, vocês vão vivê-las no interior de si, porque vão colocar-se a questão: «é melhor que eu me invista, eu, pessoalmente, ou é melhor que eu me invista em um combate humanitário, ecológico, econômico?».
É a vocês que pertence a decisão.
Não há um que seja melhor do que o outro.
São, simplesmente, dois caminhos diferentes.

Cabe a vocês definir as prioridades, ao mesmo tempo sabendo que as tensões vão fazer-se cada vez mais importantes porque, a um dado momento, vocês vão aperceber-se de que seu modo de funcionamento vai tornar-se profundamente diferente.
Vocês não vão poder suportar a cidade, o automóvel.
Vocês vão deslocar-se a pé, de bicicleta.
Vocês não vão suportar as ondas elétricas, não vão mais suportar os celulares, por exemplo, e outras coisas de terceira dimensão.

Então, o que é que vocês vão fazer em relação à sua consciência?
Vocês não vão mais suportar algumas tensões afetivas, profissionais.
Vocês vão dizer: «é preciso comer», «é preciso nutrir-se», «é preciso alojar-se em algum lugar».
Mas é uma escolha crucial, porque a evolução, até agora, podia fazer-se com certa segurança (afetiva, material, econômica, social).
Bem, as tensões vão fazer-se de forma que será necessário, também, nesse nível, fazer escolhas.
E, por vezes, as escolhas podem ser extremamente dolorosas, mas é o processo normal de evoluções de consciência.
Se vocês se sentem mais à vontade na elaboração de novos paradigmas na terceira dimensão, então, façam isso. Se vocês se sentem mais à vontade para ir para uma liberação de contingências da terceira dimensão, então, façam-no.

É um problema de escolha não mais entre a Sombra e a Luz, mas na manifestação da Luz.
É bem evidente que, para sua alma, é diferente ir para a melhoria da terceira dimensão ou ir para a terceira que transmuta para a quinta.
Mas vocês mesmos apercebem-se de que, nas semanas que vêm, isso não é mais possível, enquanto era, ainda, possível nos dois anos precedentes, ou seja, vocês podiam ir, ao mesmo tempo, evoluir para um caminho de transcendência, ao mesmo tempo estando, ainda, implicado, de maneira formal, em esquemas antigos. Mas isso não é mais possível, e será cada vez menos possível.

Questão: mas se se deseja ascensionar com o corpo, não é preferível prepará-lo saudavelmente?
Se vocês passam seu tempo a dirigir sua consciência sobre o que vocês vão comer, é extremamente importante, mas o que é mais importante é o modo pelo qual vocês vão comer.
Obviamente que é preferível, se vocês têm as possibilidades financeiras, comer bio, comer saudavelmente, é evidente.
Eu não volto, absolutamente, nisso.
Mas, se toda sua consciência é focalizada no que vocês comem, no que leem, no que olham, vocês se esquecem de seu interior.
Em contrapartida, se vocês desenvolvem sua Luz interior, o que vai acontecer?
Sua percepção, sua intuição espiritual vai afinar-se e vocês mesmos vão saber.

E é aí que está a confrontação, porque ou seu mental lhes diz «é preciso comer isso, porque isso faz bem» ou «não se deve comer isso, porque isso faz mal».
Esse é um ato de consciência puramente mental e não estendida.
Em contrapartida, a consciência expandida não vai mais, de modo algum, poder colocar-se a questão do que é bom ou não bom. Em contrapartida, a consciência expandida não vai mais, de modo algum, poder colocar-se a questão do que é bom ou não bom.
Ela vai, de imediato, viver que um alimento está poluído, se ele entra no interior dela.
É um problema de ponto de vista.

Por exemplo, no desenvolvimento do que vocês chamam o bio, na Europa (e, ainda, na França, vocês estão atrasados nisso), há pessoas que criaram ilhas de novas cidades, completamente ecológicas.
Mas essas pessoas não estão, contudo, prontas para ascensionar.
O que eu quero dizer com isso é que a ascensão não se define em relação a regras alimentares ou regras energéticas.
A ascensão define-se, antes de tudo, por um fenômeno de consciência pura e liberada do mental e das emoções.

É a facilidade, é uma etapa na qual vocês encontram sua Divindade interior, e o resto manifesta-se em acréscimo, após uma confrontação, mas isso depende de onde vocês focalizam sua consciência.
Isso quer dizer que seria ilusório crer, porque vocês desenvolvem o desapego emocional ou desenvolvem um modo de vida perfeitamente sadio, que isso bastará para ascensionar.
Em contrapartida, se vocês portam sua consciência, através de certo número de técnicas ou de exercícios espirituais, vão poder, obviamente, orientar sua consciência muito mais facilmente para esse fenômeno de ascensão.
É aí que se situa a diferença entre preservar e perdurar na terceira ou aceder à quinta dimensão.

Questão: orientar a consciência e centrar-se no coração são da mesma ordem?
Então, há certo número de exercícios.
Se querem, eu não responderei a essa questão, porque creio que o colega que virá depois terá muito mais informações em relação ao que ele faz sobre a Terra, através de diferentes canais, há cem anos, ao nível do corpo, ao nível da cura (ndr: canalização de SILO, de 22.10.07).
Quando eu falo de cura, não falo de curar uma doença, porque curar uma doença é um processo de terceira dimensão.
Em contrapartida, curar a consciência é um ato de quinta dimensão.
Curar o corpo e não a doença é um ato extremamente importante, mas não basta adotar regras de teor espiritual.
Obviamente, comer, em consciência, é importante, inclinar-se para o Sol pela manhã é importante, mas, hoje, é ainda mais importante encontrar a unidade de sua consciência, e isso não se encontra nas manifestações exteriores, quaisquer que sejam.

NOTA DE HS: Sobre inclinar-se para o Sol!
Quem leu boa parte deste material sabe que Aivanhov não pregava uma adoração ao Sol – é algo mais profundo. Se achar a página acrescento para evitar mal entendidos – inclusive ele disse recentemente, 2016, que tudo que ensinou no passado ... é passado. Hoje basta pensar no Sol, deitado na cama e ele estará lá. Mas se recordarem o que ele disse sobre Cristo no início, que ele é um Ser Solar por excelência, vão imaginar a importância do Sol – ou seja, o Logos ou em palavras mais simples, o Espírito do Sol é UM CRISTO! Por isso BRILHA PARA TODOS SEM OLHAR PARA QUEM! Por isso RELUZ, POR ISSO É PURA LUZ!

Questão: poderia comentar «no começo era o Verbo»?
A frase está incompleta, há uma vírgula depois e a frase é: «no começo era o Verbo, e o Verbo estava junto ao Pai».
Essa é a frase completa.
Essa frase, seja na versão grega, latina ou hebraica (porque há uma tradução hebraica do apocalipse de São João, isso ninguém sabe, com uma frase importante em hebraico, mas eu não me atrasarei nisso esta noite), isso não quer dizer que houvesse um começo.
Em hebraico, «o começo» não quer dizer o início.
Isso quer dizer há um momento ou há uma centelha de consciência.

No começo era o Verbo, a vibração.
Antes que haja a matéria, há o Sopro, e isso é similar no antigo testamento, é a primeira frase em hebraico: há, primeiro, a manifestação do Sopro e do Verbo criador.
O Verbo não é a palavra, é claro, é a vibração que será responsável por tudo isso.
É importante compreender que o Verbo criador estava junto ao Pai, ou seja, o Pai fez-se Verbo, antes de fazer-se carne.
Aí está o sentido dessa frase.
A vibração da quinta dimensão é a vibração dela porque, quando o Verbo é reencontrado, a frase de Jesus «levanta-te e anda» torna-se operante, o que não é o caso hoje.
Jamais se viu muita gente dizer «levanta-te e anda» e devolver o andar a um paralítico, não é?

Questão: isso significa que haverá coabitação de pessoas que estariam na terceira e na quinta dimensão?
Isso significa que vocês se situam, de imediato, na perspectiva de estar na quinta, com uma terceira desaparecida.
A confrontação é de agora até o fim de 2008, e que pode ser algo de extremamente importante para cada um e para o conjunto do planeta.
Depois, isso vai depender.
O processo de separação de terceira e quinta vai fazer-se ou em 2009, ou em 2012.
Isso vai depender, obviamente, de obtenção de diferentes movimentos energéticos e de consciência na escala coletiva.
Isso será para depois, mas o período de confrontação é, verdadeiramente, agora, em vocês e no seu exterior.
Isso é feito para permitir-lhes, através desse esforço que lhes é demandado, escolher, verdadeiramente, o que vocês querem e estarem seguros disso porque, lembrem-se, apresentado assim, todo mundo diz «eu quero estar na quinta dimensão!».
Mas, enquanto vocês não são confrontados a apegos, vocês têm a impressão de estarem liberados, é claro.
Mas, quando os apegos finais põem-se em face de vocês, aí, não é tão simples porque, aí, ser-lhes-á demandado voltar-se para algo.
Ou vocês se voltam para o exterior, ou voltam-se, ainda mais, para a interioridade, e não há outra escolha para adquirir o que vocês chamam a mestria.
Então, o período de confrontação é um período no qual a terceira e a quinta coexistem e vocês mesmos estão, ao mesmo tempo, na terceira e, alguns, já, ao mesmo tempo, na quinta, mas vocês não deram o último passo para permanecer na terceira ou passar à quinta.

Questão: poderia falar-nos de evoluções do DNA?
Eu já falei disso em novembro do ano passado, mas vou redizer algumas palavras.
Vocês têm um DNA de duas fitas, vocês podem ir até doze fitas.
Certo número de fitas é ativado nos planos etéreos, eles estão prontos para funcionar em um plano transubstancionado, ou seja, um plano de matéria de quinta dimensão.
Porque, na quinta dimensão pode haver uma matéria, mas será uma estrutura muito mais vibrante do que o corpo que vocês habitam, porque ela não será à base carbonada, mas à base de silício.
Então, o objetivo é, quando vocês se voltam ao interior, para sua alma, quando sobem em vibração com algumas técnicas, com alguns exercícios, vocês vão favorecer o desenvolvimento de fitas ao nível etéreo, ou seja, ao nível dos cinco outros pares de DNA.
Vocês vão começar a iniciar uma revolução biológica na qual o carbono que constitui muito do esqueleto de seu corpo vai, pouco a pouco, transformar-se em silício.
Vocês vão tornar-se um ser não analógico, como se diz, mas numérico, que funciona em diferentes níveis de informação, para preparar a chegada da quinta dimensão.
Então, tudo isso está em curso, obviamente.
Ao nível etéreo, em contrapartida, as manifestações físicas da quinta dimensão estão em curso há quase vinte anos, para os mais antigos seres humanos que ativaram o corpo de Luz com a ativação de alguns circuitos energéticos, a ativação de novos circuitos ao nível do cérebro, mas, também, ao nível do coração.
É uma evolução fisiológica, biológica, energética, psicológica e espiritual que está em curso de desenvolvimento há mais de vinte anos.

Questão: isso significa que 144.000 seria o número de «sobreviventes»?
É um número simbólico, felizmente.
Ele simboliza o doze vezes doze, as doze tribos de Israel, portadas à etapa dos três zeros, ou seja, à etapa da realização.
Os símbolos são importantes.
O que eu queria que vocês retivessem é que, hoje, quaisquer que sejam as descobertas que são feitas, quaisquer que sejam as revelações, em todos os sentidos do termo, o que deve ser-lhes proposto em sua vida, o mais importante, doravante, se querem ir para a quinta dimensão, é claro, é polarizar-se na consciência.
«Busquem o reino dos céus, e o resto ser-lhes-á dado em acréscimo», se vocês buscam o reino dos céus, é claro.
Se vocês buscam o mundo da experiência, se buscam, mesmo, a beleza, vocês são livres para permanecer, mesmo, na terceira dimensão.
É exatamente o que acontece para toda a evolução humana há cinquenta e dois mil anos, a título individual.
A única pequena diferença é que, aí, o planeta é concernido e, aí, é, efetivamente, aborrecido, é o menos que se pode dizer, para aqueles que decidiram permanecer sobre esta Terra, na terceira, uma vez que a Terra ascensiona, é claro.

NOTA FINAL:
Provavelmente vão encontrar mais detalhes nas próximas mil páginas não pesquisadas, mas acho que por falta de informação é que ninguém deixará de acessar a Quinta Dimensão com base no material acima. Então... agora só falta Ação!
Ou melhor: não-ação!

ENTREGAR NOSSA VIDA AO PAI!
Pois esta é a Atitude mais difícil para um ego humano!
SEU ÚNICO GRANDE DESAFIO!
Como ele o realiza é em parte secundário, desde que atinja o objetivo com tal.
Primário é que ele o consiga!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos de antemão os que se derem ao trabalho de expor um comentário, pedimos apenas que sejam objetivos, seja na exposição, ou na formulação de dúvidas.